Menu
21 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Fronteira

Bandidos resgatam narcotraficante e matam policial

Criminosos armaram emboscada, trocaram tiros com policiais e incendiaram veículos na ação violenta

11 Set2019Da redação18h02
(Foto: Reprodução/Internet)
  • (Foto: Reprodução/Internet)
  • (Foto: Reprodução/Internet)
  • (Foto: Reprodução/Internet)
  • (Foto: Reprodução/Internet)

Bandidos fortemente armados resgataram o narcotraficante Jorge Teófilo Samudio González, o ‘Samura’, em Assunção, no Paraguai, na tarde desta quarta-feira, 11 de Setembro. Os criminosos armaram uma emboscada e, na troca de tiros, mataram um policial.

Segundo informações, Samura é um dos principais líderes da facção Comando Vermelho na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul. Ele seria o responsável por enviar remessas de cocaína à Europa.

Os bandidos abordaram a escolta que fazia o transporte do narcotraficante na estrada Costanera Norte. Na ocasião, Samura e outros 10 presos estavam sendo transferidos do sistema prisional da capital do Paraguai a um presídio do interior.

Houve intensa troca de tiros com os policiais. O policial morto foi identificado como Félix Ferrari. Um agente penitenciário ficou gravemente ferido e foi encaminhado para atendimento médico.

Na ação, três veículos foram incendiados pelos bandidos, que fugiram em um furgão Toyota. Um utilitário usado no transporte de presos do sistema penitenciário do país vizinho ficou completamente destruído. 

A imprensa da fronteira aponta que, na ação, todos os presos foram libertados, porém, ao menos sete, foram recapturados horas depois enquanto tentavam fugir. A polícia paraguaia acredita que o criminoso tenha utilizado um avião para deixar a Capital paraguaia.

Samura é natural de Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia (MS). Ele foi preso em outubro do ano passado durante operação realizada pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai em Bella Vista Norte, próximo à fronteira com a cidade de Bela Vista, em MS.

(Com informações do Porã News e jornal ABC Collor)

Veja Também