Campo Grande •25 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo -  MS Desenvolve

Giselli Figueiredo, de Aquidauana, em colaboração para o Diário Digital | Quinta, 14 de Setembro de 2017 - 19h49Autor de latrocínio matou vítima por asfixiaHomem de 56 anos confessou que agrediu a vítima e depois a asfixiou até a morte

  
(Foto: Giselli Figueiredo/Colaboração)
  • (Foto: Giselli Figueiredo/Colaboração)

O autor de um latrocínio – roubo seguido de morte, foi preso nesta quarta-feira (13) por investigadores do NIIC – Núcleo de  Inteligência, Investigações e Capturas, da Polícia Civil de Aquidauana. Jorge Bruno da Silva Moraes, 24 anos, vulgo ‘Jorjão’, matou Antonio Ferreira de Almeida, 56 anos, na última segunda-feira (11) e roubou roupas e cartões de banco da vítima.

De acordo com informações da polícia, o paradeiro de Jorge foi descoberto após levantamentos feitos com vizinhos de Antonio. Amizade entre vítima e autor começou porque Jorjão há um tempo atrás tentou furtar a residência da vítima, mas acabou sendo surpreendido por Antonio e desse flagrante acabou “nascendo” uma amizade.

Ainda segundo os investigadores, testemunhas confirmaram que Jorge e Antonio bebiam juntos em uma conveniência no Bairro Alto na noite do crime, e de acordo com depoimento do acusado, logo após seguiram para a casa da vítima. Jorge disse aos policiais que os dois consumiram drogas e na sequência tiveram uma discussão e ele acabou dando um soco no peito de Antonio e o asfixiou até a morte.

Jorjão deixou a residência usando roupas da vítima e levando dois cartões bancários com as senhas de acesso. Nesta terça-feira (12) fez um saque de R$ 40 reais com um dos cartões e na sequência desfez deste, jogando próximo a sua residência e o outro próximo a Estação Ferroviária, já que só era possível saque mediante a biometria.

O autor foi encontrado em sua residência e estava com passagem comprada para fugir de Aquidauana. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil do município e irá responder pelo crime de Latrocínio.

Foi determinada a prisão preventiva de Jorge pelo Juiz da Comarca de Aquidauana, Giuliano Máximo Martins. Caso Jorjão não fosse localizado, seu mandado de prisão tem validade de 20 anos, onde durante esse período o homem seria procurado pela Justiça, pela gravidade do crime cometido.

Entenda o caso - O cartão que foi jogado próximo a Estação, foi achado por um morador da região, publicado no Facebook e reconhecido pela sobrinha de Antonio. A irmã da vítima junto com a sobrinha foram até o imóvel nesta quarta encontrando tudo fechado, com a porta trancada com cadeado pelo lado de fora, mas ao se aproximar da janela do quarto, sentiu um forte odor, onde presenciou alguém sem vida deitado na cama.

Temendo pelo irmão, a mulher então chamou um vizinho e acionou a Polícia Militar, que segundo os investigadores, foi autorizada pela solicitante a entrar na residência, onde foi constatado que o corpo era de Antonio. A perícia técnica foi acionada e constatou que a vítima morreu asfixiada.

 

Veja Também
PMA autua fazendeiro em R$ 1,5 milhão
Preso troca de cela para fugir, mas plano da errado
Segunda, 25 de Setembro de 2017 - 06h59Moto roubada em Sidrolândia é recuperada na Capital Autor comprou o veículo em uma praça da cidade por R$450
SINAPF diz que agente atirou em legítima defesa
Agentes cruzam os braços por valorização profissional
Jovem morre depois de ser baleado em camarote
Soldado de 19 anos é morto a tiro na Base Aérea
Idoso invade pista contrária e morre em colisão na BR-163
Rapaz é morto a golpes de facão em Corumbá
Pescador profissional é autuado com 84 kg de pescado ilegal
Square Noticias UCDB
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento