Campo Grande •27 de Março de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Valdelice Bonifácio | Quinta, 13 de Outubro de 2016 - 17h34Autor de homicídio depõe e alega legítima defesaCrime aconteceu no Jardim Carioca; vítima teria furtado autor do disparo várias vezes

  
Advogado Rodrigo Duarte e o motorista José Milton da Silva Fraga na delegacia; Polícia Civil não pedirá prisão preventiva dele (Foto: Roberto Okamura)
  • Advogado Rodrigo Duarte e o motorista José Milton da Silva Fraga na delegacia; Polícia Civil não pedirá prisão preventiva dele
  • Advogado Rodrigo Duarte sobre o motorista: Foi todo mundo para cima dele. (Foto: Roberto Okamura)
  • Delegada Rozeli Dolor Galeno não pedirá a prisão do autor do crime, pois ele está colaborando com as investigações (Foto: Roberto Okamura)
  • (Foto: Roberto Okamura)

O motorista José Milton da Silva Fraga, de 50 anos, se apresentou à 7ª Delegacia de Polícia Civil, de Campo Grande, nesta quinta-feira, 13 de outubro, acompanhado do advogado. Usando uma espingarda de pressão ele matou com um tiro no peito o adolescente Vinícios da Costa Silva, de 15 anos, na terça-feira passada, dia 11, em uma praça no Jardim Carioca. Em depoimento, que durou duas horas, ele alegou legítima defesa. “Se ele não atirasse, a vítima era ele”, disse o advogado Rodrigo Duarte durante entrevista à imprensa.

José Milton relatou ter procurado o adolescente para tomar satisfações já que teria flagrado o garoto furtando sua residência. O adolescente teria retirado da casa, o salário do caminhoneiro, um sacolão de alimentos e roupas, entre outros objetos. Ao chegar onde Vinícios estava, o grupo de amigos do garoto teria tentado intimida-lo fazendo ameaças. “Foi todo mundo pra cima dele”, afirmou o advogado. 

Um dos amigos da vítima, inclusive, teria colocado a mão na cintura sugerindo estar armado. Na sequencia, o motorista foi até o carro pegou a espingarda de pressão e atirou no garoto que morreu no local apesar de os bombeiros tentarem reanimá-lo. O autor fugiu do local do crime em seu veículo.

José Milton relatou ainda que a casa dele já havia sido alvo de outros furtos e que os autores seriam Vinícios e amigos dele. O motorista afirmou ter procurado a delegacia anteriormente para registrar boletim de ocorrências sobre os furtos, mas como era sábado, encontrou as portas e fechadas. 

Sobre a posse da arma de pressão, ele admitiu ser de sua propriedade. Ele contou que possui a espingarda há muitos anos, pois trabalhou em fazendas.  Conforme o advogado, a arma tinha uma única bala, a que acertou e matou a vítima. José Milton não tem passagens pela polícia. Já o adolescente morto tem duas passagens por furto e três por receptação, segundo a delegada Rozeli Dolor Galeno que investiga o caso.

A delegada explicou que não pedirá a prisão preventiva de José Milton porque ele está colaborando com as investigações. Por enquanto, ele permanece investigado por homicídio qualificado. A delegada ainda pretende confrontar a versão do investigado com a de testemunhas apontadas por ele que poderiam confirmar a versão de ameaças e intimidações. Na delegacia, o advogado do autor do homicídio relatou que ele estaria sofrendo ameaças.

Veja Também
Segunda, 27 de Março de 2017 - 12h18Homem é flagrado saindo de cemitério com pedra de lápide Homem foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Corumbá
PF impede fraude ao concurso do TRT
Segunda, 27 de Março de 2017 - 11h08Relojoaria é furtada nesse fim de semana Bandidos estavam equipados com várias ferramentas e rádios comunicadores
Presos irmãos que assaltaram, sequestraram e torturaram no MT
Dois comércios são alvo de bandidos na madrugada
PF prende três e impede fraude em concurso
Após colisão em cruzamento carro capota
Segunda, 27 de Março de 2017 - 06h59Mulheres são presas ao furtar loja de roupa no shopping Dupla foi presa enquanto saia do banheiro já com a bolsa roubada a amostra
Domingo, 26 de Março de 2017 - 17h56Cinco são presos com quase 80kg de maconha 105 tabletes de maconha foram localizados no interior do veículo
Domingo, 26 de Março de 2017 - 17h30Sobrevivente de acidente em Coxim é irmão de deputado e secretário de Estado no MT Vítima foi acusada de estar obrigando servidores estaduais a comparecerem num ato político de seu irmão
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento