Campo Grande •23 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Governo - Refis

Valdelice Bonifácio | Sexta, 15 de Setembro de 2017 - 17h05Após ameaça, agentes adotam medidas de segurançaServidores suspenderam entrada de alimentos e pertences para presos na Máxima

Ao chegar em casa, diretor de presídio se deparou com recado de facção criminosa na calçada da residência
Ao chegar em casa, diretor de presídio se deparou com recado de facção criminosa na calçada da residência (Foto: Divulgação)

“Paulo PCC Cuidado”. Esses foram os dizeres que o diretor do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, o Presídio de Segurança Máxima, localizado no Jardim Noroeste, em Campo Grande, Paulo da Silva Godoy encontrou na calçada de sua residência quando chegou em casa na noite desta quinta-feira, 14 de setembro.

Diante da ameaça, os agentes penitenciários realizaram uma reunião nesta sexta-feira, 15, para discutir providências. Eles decidiram adotar medidas de segurança, entre as quais a suspensão por tempo indeterminado da “jumbada”, entrada de alimentação e de pertences. Os agentes também avaliam a possibilidade de uma paralisação no fim de semana como forma de chamar atenção do Poder Público.

Conforme os agentes, a “jumbada” não é um benefício previsto em lei, já que tanto a alimentação quanto a produtos de necessidade básica são fornecidos pelo Estado, e essa medida inibe a entrada de ilícitos no local. “Os servidores mediante aos fatos estão se conscientizando e se unindo, intensificando medidas de segurança já que o Estado é omisso”, disse o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sinsap) André Luiz Garcia Santiago.

Alvos constantes- Conforme o sindicato, os agentes penitenciários têm sido alvos de constantes ameaças por membros de facções criminosas. No início do ano passado cinco servidores sofreram uma tentativa de envenenamento. Pouco depois, um servidor de Naviraí foi alvejado com cinco tiros, onde ficou com graves sequelas e que hoje precisa de acompanhamento médico rigoroso.

Neste ano foi descoberta uma lista contendo sete nomes de agentes jurados de morte pelo PCC; recentemente, um servidor de Coxim teve sua residência invadida por bandidos que tentaram contra a sua vida. Eles efetuaram dois disparos, sendo que a arma falhou, mesmo assim ele foi encaminhado para o hospital com ferimentos na cabeça e no corpo.

(Com informações da assessoria de imprensa)

Veja Também
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento