Menu
19 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Deu ruim

Acusado matar policial é preso

Autor seria integrando da facção PCC

17 Abr2018Elaine Silva - Especial para Diário Digital08h24

Jackson de Oliveira foi preso ontem (16) apontado como um dos autores que matou o polícia civil. Ele também é apontado de participar da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Conforme informações da polícia, o autor estava foragido do sistema penitenciário. Jackson foi preso pela Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco), durante um cumprimento de mandado. Com ele foram encontradas porções de cocaína uma balança de precisão. 

Crime –  No dia 4 de fevereiro de 2006, o investigador Nelson Costa Junior, 27 anos, morreu após ser atingido por quatro tiros em um bar, localizado na avenida Mato Grosso, Jardim dos Estados, em Campo Grande.    

O tio de Jackson, Joel de Lima Oliveira, estava no local e foi reconhecido por Nelson. Joel era foragido da justiça, ao receber voz de prisão o autor reagiu e acabou atirando quatro vezes contra a vítima, atingindo os rins, braço e a cabeça. Joel fugiu junto com Jackson em uma motocicleta.

Veja Também