Menu
19 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Prisão

Acusado de matar motorista de aplicativo é preso

Suspeito disse que só realizou dois disparos por que não tinha mais munições

16 Mai2019Da redação11h00

Suspeito de matar um motorista de aplicativo foi preso pela Polícia Civil na manhã dessa quinta-feira. Igor Cesar de 22 anos estava com prisão preventiva decretada há três dias. Suspeito disse que só realziou dois disparos pois não havia mais munições. Ele se apresntou juntamente com advogado.

 De acordo com a polícia houve uma negociação entre a polícia e preso, o Delegado Ricardo meirelles  responsável  pela investigação afirma que logo após o crime a polícia já sabia quem era o suspeito.

Relembre o caso

Rafael Baron de 24 anos foi morto por um homem ao chegar no condomínio residencial no Jardim campo Nobre, a vítima era motorista de aplicativo e morreu após levar dois tiros que atingiram o pescoço e braço. Conforme informações do boletim de ocorrência, assim que Rafael Baron chegou no condomínio em um carro Gol, foi abordado por um homem moreno que vestia calça e casaco. Suspeito efetuou dois disparos de arma de fogo atingindo a vítima que não chegou a descer do carro. Não há informações se a vítima foi chamada pelo próprio autor para uma corrida. A carteira com documentos pessoais da vítima não foi encontrada, a Polícia acredita que possa ter sido levada pelo autor. No local não tem câmeras de segurança em funcionamento. O caso foi registrado como roubo majorado, se da violência resulta morte na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Veja Também