Menu
26 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Túmulos violados

Túmulos são danificados no fim de semana em Itaporã

Segundo Art. 210 do Código Penal a Pena é de reclusão, de um a três anos, e multa

17 Out2016Mariel Coelho, em colaboração ao Diário Digital14h10
(Foto: Antonio Carlos Ferrari)
  • 14 túmulos foram danificados, sendo que um foi violado, ficando exposta a área interna das gavetas mortuárias.
  • (Foto: Antonio Carlos Ferrari)
  • (Foto: Antonio Carlos Ferrari)
  • (Foto: Antonio Carlos Ferrari)
  • (Foto: Antonio Carlos Ferrari)
  • (Foto: Antonio Carlos Ferrari)
  • (Foto: Antonio Carlos Ferrari)

Na manhã desta segunda-feira, dia 17, a Gerencia de Serviços Urbanos foi informada que vários túmulos do Cemitério de Itaporã, haviam sido danificados no fim de semana.

Uma equipe da gerencia de Serviços Urbanos foi até o local e constatou que 14 túmulos foram danificados, sendo que um foi violado, ficando exposta a área interna das gavetas mortuárias.

Conforme o Itaporã News, a Administração Municipal registrou do Boletim de Ocorrência e solicitou uma Perícia Técnica Científica, para auxiliar na identificação dos envolvidos.

O prefeito de Itaporã Wallas Milfont lamentou o ocorrido e disse que "Juridicamente, interrompe a personalidade do homem com sua morte. Pode-se dizer, porém, que, sob o aspecto social, de certa forma o morto ainda continua a existir e a ter importância, pois sobrevive na memória dos seus parentes e dos que continuam a sentir a influência de suas obras", destacou o prefeito Wallas Milfont.

"Esperamos que o fato seja elucidado o mais rápido possível pela Policia Civil, e que os culpados sejam apresentados a Justiça", disse um morador da cidade que teve o túmulo de um familiar violado.

Segundo Art. 210 do Código Penal, define o delito de forma bastante sintética: "Violação de sepultura. Violar ou profanar sepultura ou urna funerária: Pena — reclusão, de um a três anos, e multa".

(Com informações do site Itaporã News)

Veja Também