Menu
3 de abril de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Fiscalização

Fábrica é alvo de fiscalização das normas preventivas de Covid-19

Empresa concedeu férias coletivas por 15 dias após ação da polícia e vigilância sanitária

25 Mar2020Da Redação11h00

Após denúncia anônima, policiais civis da Delegacia de Polícia de Dois Irmãos do Buriti realizaram fiscalização conjunta em uma fábrica na cidade de Dois Irmãos do Buriti,  que emprega quase 200 funcionários. A ação foi para averiguar o cumprimento do decreto municipal publicado no dia 21 de março e quanto às normas sanitárias de higienização para prevenção ao contágio e propagação do vírus COVID-19. A ação aconteceu nesta terça-feira (24).

No local, foi constatado o funcionamento normal da fábrica, porém, após as devidas orientações, a administração informou a dispensa de funcionários e a concessão de férias coletivas aos demais pelos próximos 15 dias a fim de evitar a aglomeração de pessoas.

Os proprietários da empresa foram orientados a seguir as normas sanitárias de prevenção e higienização diante da pandemia, que já chegou ao Mato Grosso do Sul com atualmente 24 casos confirmados e 38 casos suspeitos de pessoas com o coronavírus.

Durante ação de fiscalização foi reforçada a necessidade de aumentar a higienização do local, mantendo a distância mínima entre os funcionários, com sugestão de rodízio, para que continuasse com sua produção e geração de empregos, porém em menor fluxo, até o fim desta pandemia. Caso desobedeçam às normas sanitárias e o decreto municipal, poderão incorrer no crime do artigo 268 do Código Penal, entre outras infrações administrativas.

 

Veja Também

Mais dois casos suspeitos de Covid-19 são descartados em Corumbá
Mais de 3 mil pessoas passaram nas barreiras sanitárias em MS
Ônibus circularão das 5h às 21h30 só com passageiros sentados
Senado aprova projeto que muda regras durante pandemia
Parque vira polo de atendimento da COVID-19
Sesc Morada terá 2º happy hour digital, com a banda On The Road
Condutor pode trafegar sem placa, mas deve portar documento
Brasileiros repatriados da Bolívia chegam a Corumbá
Casos de Covid-19 estão em áreas nobres
MS reage à crise do coronavírus com mais de 60 medidas