Menu
2 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Pandemia

Comércio retornará atividades gradualmente a partir de 7 de Abril

Comerciantes deverão disciplinar o atendimento para evitar aglomerações nos estabelecimentos

30 Mar2020Evelyn Thamaris18h08

O prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad confirmou em transmissão ao vivo pela internet nesta segunda-feira, 30 de Março, que o comércio da Capital vai reabrir gradativamente a partir de terça-feira, 7 de Abril, escalonando os principias setores, levando sempre em conta a segurança da população.

“O nosso objetivo é igual à dos empresários, comerciantes, funcionários, queremos ser solidários e ajudar o próximo para que não se perca o emprego ou que passem necessidades”, disse Marquinhos Trad.

Ele ainda informou dados atualizados sobre a doença no mundo e no Brasil. No mundo passam de 737 mil infectados e mortos são mais de 35 mil, já no Brasil 4.579 mil infectados e mortes 159 confirmadas. Em MS são 44 casos, e nenhum óbito constatado.

O prefeito pontuou que um grupo técnico de estratégias está trabalhando para a retomada gradual das atividades econômicas e sociais da cidade, onde objetivo maior é buscar equilíbrio, entre a economia, a saúde pública, a educação o lado social e o esporte sejam retomados gradualmente garantindo a empregados, empregadores segurança jurídica, econômica e sanitária, colocando em primeiro lugar a vida.

Foi também ressaltado a reunião realizada com profissionais da estética, cabeleireiros, maquiadores entre outros, além de representantes do transporte público, setores que vem sentindo muito com as determinações de quarentena.

Começou a funcionar na data de hoje o serviço de tele-consulta, onde a população recebe atendimento de profissionais da saúde, sobre duvidavas do COVID-19.

Bancos - O prefeito ainda pontuou sobre a reabertura de serviços bancários que não podem ser realizados em terminal de autoatendimento. Cada agência bancária terá que disciplinar o atendimento para que não haja aglomeração e dar preferência aos que recebem algum auxílio ou benefício social.

Esteve presente na live de hoje o Luiz Eduardo da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), que é integrante da equipe de estratégia da retomada gradual das atividades econômicas da capital.

Ele ressaltou que será necessário agir de forma regrada, sair sozinho, evitar saídas desnecessárias, e repensar os hábitos para não levar perigo para dentro de casa. “ Todas as tomadas de decisões realizadas pela prefeitura são realizadas de acordo com estudos e pesquisas técnicas”, destacou Eduardo.

“A conduta é de cada um, fazemos um apelo para que cada um estude e pense a melhor forma de trabalhar com segurança na reabertura de seu comércio” , e ainda finalizou dizendo que a próxima semana não é para sair de casa, agir e levar a vida normalmente e sim ser consciente dos perigos. A orientação ainda é ficar em casa.

Veja Também

Detran-MS faz testagem para Covid-19 em todos os servidores
Blitz contra a covid-19 testou 16 pessoas em três terminais de transporte coletivo
No 2º dia de disputas, atletas elogiam formato da Corrida Digital
Toque de recolher é prorrogado até fim do mês
Bolivianos fazem protestos por mais recursos aos municípios
Rodoviária da Capital será fechada novamente
Confira escala médica nas UPAs e CRSs nesta terça-feira
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS
União repassa R$ 20,6 milhões para hospitais filantrópicos de MS
Casos de Covid-19 avançam em Dourados