Menu
5 de abril de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Gripe

Campo Grande zera primeiros lotes de vacina

Dois lotes iniciais com 44.610 doses acabaram e nova remessa chega na próxima semana

25 Mar2020Da Redação13h30

A alta adesão do primeiro grupo a ser vacinado contra influenza fez com que as doses em Campo Grande zerassem nos dois primeiros dias da campanha. O Ministério da Saúde tem enviado as doses de forma escalonada, para que não haja aglomeração de pessoas, que nessa primeira etapa são os mais vulneráveis tanto a gripe quanto ao novo coronavírus.

Campo Grande recebeu até agora dois lotes de vacinas, que totalizaram 44.610 doses, e foram entregues em farmácias e unidades de saúde, com o objetivo de descentralizar a vacinação e evitar a aglomeração de idosos. Com a alta adesão à campanha, as doses se esgotaram, sendo que há previsão para nova entrega no início da próxima semana.

Prevista para acontecer em Abril, nesse ano a campanha de imunização contra Influenza foi antecipada com o objetivo de reduzir os casos e a circulação do vírus durante a pandemia do coronavírus (Covid-19). A medida foi tomada pelo Ministério da Saúde no final do mês de fevereiro e acordado com os laboratórios que fabricam a vacina sobre a entrega escalonada do imunobiológico.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) recomenda à população alvo da campanha que permaneça em casa e orienta que não há necessidade de descontrole na busca das vacinas pela rede pública e farmácias parceiras, uma vez que a entrega para o próximo lote do imunobiológico está prevista para o início da semana. Essas doses estarão disponíveis para a população a partir da próxima quarta-feira.

Outra recomendação da pasta é que pessoas com mais de 60 anos de idade evitem sair de casa sem necessidade, uma vez que a campanha permanecerá sendo de exclusividade desse público até o dia 15 de abril e continuará vacinando até o dia 22 de maio.

“Não há a necessidade de alvoroço, você estará mais seguro em casa do que na fila aguardando para vacinar. Ainda tem tempo suficiente para tomar a vacina, então evite aglomerações e permaneçam seguros”, orienta a superintendente de vigilância em saúde, Veruska Lahdo. 

Ela ainda completa garantindo que todo o público preconizado pelo Ministério da Saúde será atendido conforme a evolução da campanha. Mais lotes da vacina serão entregues à Sesau.

 

 

 

Veja Também

Saiba como higienizar corretamente os alimentos
Conheça as regras para a reabertura do comércio
Mesmo com isolamento, exposição moderada ao sol não deve ser esquecida
Empresa Vetorial doa R$ 60 mil para combate ao coronavírus em Corumbá
Senai conserta respiradores estragados
Casos confirmados de coronavírus já são 65 em MS
Prefeitura adota expediente de cinco horas
Todo mundo vai ter contato com o vírus, diz secretário-executivo da Saúde
Deputados farão sessões por videoconferência
Curso de Química da UFGD produzirá álcool 70% para abastecer HU