Campo Grande •24 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Valdelice Bonifácio | Quarta, 15 de Março de 2017 - 13h30Veterinária criou fórmulas do sucesso na homeopatiaAmor pelos animais e surpresas do destino guiaram carreira bem-sucedida

  
Mônica Filomena de Assis Souza no escritório da Sigo, carreira premiada (Foto: Marco Miatelo)
  • Mônica Filomena de Assis Souza no escritório da Sigo, carreira premiada
  • Sigo produz de 20 a 25 mil quilos de medicamentos homeopáticos por mês (Foto: Marco Miatelo)
  • Mônica na fábrica da Sigo; há quase 20 anos ela desenvolve produtos para o bem-estar dos animais (Foto: Marco Miatelo)
  • Laboratórios da Sigo seguem padrões de qualidade como todos os setores da empresa (Foto: Marco Miatelo)
  • Sigo tem 26 fórmulas para pecuária e pets no mercado (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

Com orgulho, Mônica Filomena de Assis Souza mostra os prêmios que ganhou ao longo dos quase 20 anos em que se dedica à homeopatia veterinária. As fórmulas desenvolvidas por ela alcançaram resultados surpreendentes no tratamento de animais e a levaram a fundar a Sigo Procedimentos Homeopáticos em sociedade com o marido, em Campo Grande. O sucesso é fruto do amor pelos animais e de surpresas do destino.  

Referência no setor, a Sigo vende os medicamentos homeopáticos para vários estados brasileiros e ainda exporta para o Paraguai, Bolívia e Colômbia. Os produtos desenvolvidos pela empresa são usados na pecuária e em pets. Os remédios são misturadas à ração, sal mineral ou água. A descoberta da fórmula do sucesso teve o auxílio  do acaso, conforme a própria veterinária revela.

Quando se formou na Universidade Federal em Mato Grosso do Sul (UFMS) em 1987, Mônica desejava seguir carreira veterinária como seus colegas de turma, atendendo animais à maneira tradicional. Pouco depois de graduada, abriu uma clínica para atender pequenos animais, em sociedade com outra veterinária. "Um dia nos deparamos com um cachorro para quem os remédios comuns não funcionavam. Ele continuava doente e sem pelos. Como não tinha solução, procuramos um veterinário que trabalhava com homeopatia. Funcionou", relembra.

A experiência representou uma guinada na carreira de Mônica que passou a estudar homeopatia em instituições de ensino fora do Estado, já que esse tipo de terapia era pouco difundida em MS. "Tem colega que até hoje fala que homeopatia não é uma ciência. Mas, eu sei, por tudo o que vivi, que funciona mesmo e não tem efeitos colaterais. Pode haver algo melhor na ciência?", enaltece.

Mônica teve sua primeira chance de comprovar os benefícios da homeopatia em grande escala no ano 2000. Na época, seu marido, também veterinário, atendia uma fazenda no município de Antônio João. Na propriedade, grande parte do rebanho bovino estava tomada por carrapatos e a medicina tradicional não resolvia o problema. "Desenvolvi uma fórmula com enxofre, plantas e abelha triturada que foi misturada à ração dos animais. Com alguns meses, os bovinos que receberam o medicamento não tinham mais um carrapato", relata.

Para vender para a fazenda que, convencida dos benefícios da homeopatia, queria comprar remédio para todo o rebanho, Mônica teve que abrir uma empresa, foi quando criou a Sigo. À essa experiência somaram-se muitas outras bem-sucedidas, tanto que Mônica colocou à disposição do mercado 26 fórmulas criadas por ela, sendo 13 de linha pecuária e 13 da pet. "A homeopatia é de fácil aplicação. O pecuarista ganha muito com ela. Você pode pôr os produtos diretamente na alimentação dos bichos, evitando o estresse do manejo para aplicação de remédios convencionais", compara.

Atualmente, a Sigo mantém escritório e fábrica na Vila Ieda. Por mês, saem da linha de produção de 20 a 25 mil quilos de medicamentos homeopáticos por mês. As aplicações vão muito além do controle de carrapatos. Há fórmulas para controle de verminoses, diarreias, verrugas, dermatofilose, estresse, aumento da fertilidade, e outros.

A fábrica tem 15 funcionários e segue os procedimentos do Ministério da Agricultura. Por dentro, todos os setores, desde os laboratórios onde são feitas as misturas  ao local de ensacamento dos produtos, seguem padrões de qualidade em seu funcionamento, já que a Sigo quer participar cada vez mais do mercado crescente de homeopáticos.

Além de veterinária homeopática bem-sucedida, Mônica também desempenha papel de esposa e mãe com a mesma dedicação. Ela tem três filhos e um deles está estudando medicina veterinária na UFMS. Como empresária e pesquisadora, Mônica luta para fortalecer a homeopatia no campo. Atualmente, ela preside a Associação Médico Veterinária Homeopática Brasileira (AMVHB).

Líder e desbravadora, Mônica afirma que ao longo da batalha para convencer as pessoas sobre a eficácia da homeopatia nunca enfrentou dificuldades por ser mulher. Nesse ponto, ela entrega outra importante fórmula de seu sucesso. "Quando chego nas fazendas para conversar com peões, por exemplo, sempre adoto uma postura de humildade. Nunca desprezo o conhecimento de ninguém e aí as portas vão se abrindo." 

Serviço - A Sigo Homeopatia fica localizada na Rua Zeferino Pires de Freitas, 121, Vila Ieda, Campo Grande. O telefone é 3387-2220.

Veja Também
Lei que institui parklets em Campo Grande é sancionada
Cinco negócios para investir com pouco dinheiro
Defesa do Consumidor aprova atuação de Procons on-line
Mais de 12 mil alunos da rede municipal participam da Prova Brasil
Área usada como ‘garagem de ônibus’ gera transtornos
Rodoviária é palco da exposição 'Campo Grande - 40 anos de Capital'
Projeto colaborativo combate obesidade na Capital
Turista espanhola é morta por policiais na Rocinha
Últimos dias de pesca nos rios de MS antes do defeso
Servidor estadual terá semana com programação especial
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento