Menu
18 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Saúde Pública

Vereador pede combate a infestação de escorpiões

Parlamentar diz ter recebido queixas de lidernças comunitárias de vários bairros

12 Mar2018Da redação19h11

Nesta época de altas temperaturas na Capital, o vereador Carlos Augusto Borges (Carlão PSB), 1º secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal, está oficiando a Secretaria Municipal de Saúde com cópia ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), cobrando combate a infestação de escorpiões em bairros da Capital. Conforme justificou o vereador, recebeu em seu gabinete relatos de lideranças comunitárias sobre infestações de escorpiões nos bairros Buriti, Tarumã, Portal da Lagoa, Vila Almeida, Vila Sobrinho e Monte Castelo.

“A situação é realmente preocupante. Os casos de aparecimento de escorpiões e acidentes com esses insetos peçonhentos têm aumentado. Por isso estou pedindo a Sesau e ao CCZ que tomem as providencias necessárias para controlar as infestações. Há relatos de escorpiões aparecendo nos ralos de banheiros, quintais e canos de esgoto na região do Monte Castelo. No Buriti, Tarumã, Portal da Lagoa também os incidentes foram em residências. Na Vila Sobrinho e Vila Almeida os relatos de aparecimento de escorpiões também são recorrentes”, ponderou.

Conforme informações do Centro Integrado de Vigilância Toxicológica (Civitox), ligado a Secretaria Estadual de Saúde, desde janeiro houve um aumento de acidentes por animais peçonhentos. Entre as principais recomendações estão: Não coloque as mãos em tocas ou buracos na terra, ocos de árvores, cupinzeiros, entre espaços situados em montes de lenha ou pedras. Caso seja necessário mexer nestes locais, é sugerido o uso de um pedaço de madeira, enxada, etc. Inspecione roupas, calçados, toalhas de banho e de rosto, roupas de cama, panos de chão e tapetes, antes de usá-los. Afaste camas e berços das paredes e evite pendurar roupas fora dos armários. Não deixe que lençóis ou cobertores, sobre as camas e berços, encostem-se no chão. Escorpiões e aranhas podem utilizá-los como apoio e se abrigar entre esses tecidos e travesseiros. Nivele as frestas das calçadas, pisos, paredes e portas. Coloque uma barreira de proteção na parte inferior das portas. Mantenha os domicílios e depósitos livres de insetos e roedores. Deixe os lixeiros sempre tampados e com sacos plásticos.

Todo acidente por animal peçonhento deve ter atendimento realizado em uma unidade de saúde. Procure assistência médica emergencial para avaliação clínica do envenenamento.

Veja Também

CNJ aprova novo auxílio-moradia de até R$ 4.377,73 para magistrados
MPF obriga DNIT a adotar medidas de proteção à fauna pantaneira
Estudo indica que zika pode provocar infertilidade em homens
Inep: quase 300 instituições têm 'nota baixa' de qualidade
Ex-sargento da PM sofre nova condenação
Asilo de Battisti teve motivação político-partidária, diz Sérgio Moro
Resolução define plano de trabalho para agentes de saúde
Confira a escala dos postos de saúde nesta terça-feira
Ato incineratório Defron vai queimar 6.540 kg de drogas Material que será incinerado é produto de apreensões feitas durante o ano
Planalto Posse de Bolsonaro terá de 250 a 500 mil pessoas Cerimonial da presidência espera multidão em Brasília no dia 1º de janeiro