Menu
23 de janeiro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Segov - IPVA
Campo Grande

Veículo parado em fila dupla é guinchado pelo Detran

Detran ressalta que parar em fila dupla é infração grave e cabe multa no valor de R$ 195,23

10 Jan2019Da redação14h38

Um veículo que estava estacionado em fila dupla foi guinchado pelo Detran-MS  nesta quinta-feira (10) na região central de Campo Grande. O órgão divulgou o fato em nota à imprensa e ressaltou que parar em fila dupla é uma infração de trânsito considerada grave e a ela cabe uma multa no valor de R$ 195,23 além de cinco pontos na carteira e a medida administrativa que consiste na remoção do veículo.

O GM Meriva com placas de Campo Grande e reboque estavam estacionados nesta condição na Rua 14 de Julho próximo Rua Barão do Rio Branco e acabou sendo removido e levado ao pátio do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) por agentes de trânsito do órgão.

No momento em que a infração foi constatada pelos agentes do Detran-MS, o condutor do veículo não foi localizado e o guincho foi acionado para desobstruir a via.

O chefe de Fiscalização do Departamento, André Canuto, explica que a medida se fez necessária por conta do transtorno que estava causando ao transito local e para garantir a fluidez da via, uma vez que, neste caso, dois veículos estavam impedidos de deixar a vaga regulamentada para o estacionamento na região central. Além disso, obstruía uma das faixas.

Veja Também

Em MS Pistas da BR-163/MS têm obras e serviços da CCR MSVia Todos os locais estão sinalizados. Em caso de chuvas, as obras serão suspensas
PM apreende mais de uma tonelada de drogas e recupera 37 veículos
Governo estuda regularizar permanência de médicos cubanos no Brasil
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 38 milhões
Pagamento à vista ou primeira parcela vencem dia 31 de janeiro
Clima Calorão em Campo Grande Pancadas de chuva podem ocorrer durante a tarde
Governo cria secretaria para desburocratizar a vida do cidadão
TJ empossa nova desembargadora nesta quarta-feira
Especialistas veem com cautela limite de mensagens no WhatsApp
TJMS terá horário de funcionamento invertido nesta quarta