Menu
20 de maio de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Benefício

Vale Renda ganha novas regras para ficar mais transparente

Cerca de 150 técnicos da Capital e do interior recebem qualificação para se familiarizar com os novos critérios

15 Mai2019Da redação17h59

O Programa Vale Renda passou por mudanças e, conforme o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), vai ficar mais transparente. Nesta quarta-feira, 15 de Maio, foi aberta a capacitação para técnicos do programa da Capital e interior, em solenidade na governadoria.

Cerca de 150 técnicos da Capital e do interior recebem a qualificação para se familiarizar com os novos critérios do programa, que passou por mudanças no mês passado. Esses profissionais são responsáveis pelos cadastros, encaminhamentos e visitas às famílias beneficiadas.

A principal novidade é o uso do Cadastro Único – um instrumento do Governo Federal que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda – e a impossibilidade do acúmulo com outro benefício semelhante, como o Bolsa Família. Com essa mudança, o governo poderá atender novas pessoas, que hoje não são beneficiadas por nenhum programa social.

No início do ano, a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) descobriu que quase metade (22 mil) das 45 mil famílias que recebem o Vale Renda já é beneficiada pelo programa Bolsa Família ou não está em situação de vulnerabilidade social. Muitas delas conseguiram ascender socialmente e, por isso, não dependem mais do auxílio financeiro.

O programa do Governo do Estado atende famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica com aporte financeiro de R$ 180,00 mensais. De acordo com o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2010, da ONU, 3,5% da população de Mato Grosso do Sul vive na extrema pobreza.

(Com informações da assessoria de imprensa do governo de MS)

Veja Também