Menu
22 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Sem qualidade

Suspensa vacina contra rotavirus

Anvisa determina suspensão de uso e distribuição de vacina contra rotavírus

17 Jun2017Da redação10h49

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão da distribuição e do uso de 16 lotes da vacina Rotarix, imunizante oral utilizado para a proteção contra diarreia e vômito causados pela infecção por rotavírus humano. A decisão foi publicada hoje (16) no Diário Oficial da União (DOU). De acordo com a agência foi identificada desvio de qualidade na vacina em decorrência da “perda de integridade das bisnagas, durante o processo de fabricação, que resultou no vazamento das bisnagas contendo a vacina”.

As vacinas, fabricadas pela empresa GlaxoSmithkline, na Bélgica, são distribuídas no país pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos. Além da suspensão, a Anvisa também determinou o recolhimento dos lotes com data de validade vigente que ainda estiverem disponíveis no mercado.

Perivasc

A Anvisa também determinou a suspensão da importação, distribuição, comercialização e uso do medicamento Perivasc (diosmina + hesperidina), utilizado no tratamento das manifestações da insuficiência venosa crônica, como varizes, sequelas de tromboflebites e úlceras varicosas.

O medicamento é fabricado pela empresa espanhola Kern Pharma e importado para o Brasil pela Eurofarma Laboratórios S.A. Segundo a Anvisa, a inspeção realizada no período de 6 a 20 de janeiro deste ano considerou insatisfatórios os procedimentos para a elaboração do produto. O laudo para a suspensão da importação, distribuição e comercialização do produto se baseou nas “não conformidades detectadas durante inspeção para verificação de Boas Práticas de Fabricação na empresa”. Com a decisão, a empresa importadora deverá recolher os medicamentos que ainda estiverem em circulação no mercado.

Álcool Flop's

Outro produto que teve suspensa sua distribuição, comercialização e uso foi o Álcool Flop’s 46, fabricado por Indústria e Comércio de Produtos Químicos Tangará Ltda. Laudo da Fundação Ezequiel Dias (Funed-MG) verificou que o lote 003 apresentou resultado insatisfatório em ensaio de teor alcoólico, aspecto e rotulagem. O estoque do lote do produto deverá ser recolhido pelo fabricante.

Veja Também

Ação prende condutor embriagado e autua 154
Ministério da Educação e FNDE fazem pesquisa sobre transporte escolar
Ministério Público investiga falhas em Hospital de Sonora
Comissão aprova crime de importunação sexual no Código Penal
Aprovado projeto que dobra gratificação de secretários de escola
Aeronaves do Estado são vistoriadas pelo MPE
Telemarketing pedirá ajuda para Cotolengo
MPE se posiciona sobre acidente entre ônibus e trem
Prefeitura de Corumbá anuncia expediente especial nos dias de jogos do Brasil
Dentistas aguardam proposta salarial para decidir sobre greve