Menu
21 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Campo Grande

Vacina contra o HPV está liberada para população com idade entre 15 e 26 anos

Salas de vacina funcionam das 7h às 11h e das 13h às 17h

18 Ago2017Da redação09h19

A vacinação contra o HPV (Papiloma vírus humano) está liberada para a população de ambos os sexos com idade entre 15 e 26 anos, em todas as unidades básicas de saúde (UBS) e de saúde da família (UBSF) de Campo Grande, a partir desta sexta-feira (18). As salas de vacina funcionam das 7h às 11h e das 13h às 17h.

O esquema vacinal para esta faixa etária consiste em três doses, sendo a segunda realizada com dois meses após a primeira e a terceira no sexto mês. A rotina de uso desta vacina nos grupos prioritários (meninas 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos) continua intensificada e com vacinação nas escolas da rede municipal e estadual da Capital.

A ampliação da faixa etária da vacinação contra o HPV é temporária e só enquanto durarem os estoques nas salas de vacina. Em Campo Grande, 11 mil doses estão distribuídas nas unidades de saúde e 3780 ainda estão na câmara fria da Sesau e serão distribuídas nos próximos dias.

Desde janeiro deste ano, 11.023 jovens tomaram a vacina, sendo que 1.742 em julho e, 1.292 em agosto. A vacina contra o HPV é segura, eficaz e é a principal forma de prevenção contra o aparecimento do câncer do colo de útero, pênis, orofaringe e ânus.

A ampliação da faixa etária para a vacinação contra o HPV foi autorizada pelo Ministério da Saúde, com explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Mariah Barros. “As coberturas vacinais continuam muito abaixo da meta preconizada de 80%, visto que a vacinação na adolescência tem uma série de dificuldades, como resistência desse grupo etário de buscar uma unidade de saúde, especialmente para vacinar-se e o baixo conhecimento sobre a importância da vacinação. Esse é o principal motivo para a ampliação da faixa etária e mobilizar a sociedade para a necessidade da prevenção”, disse ela.

A vacinação ainda ocorre para homens e mulheres de 9 a 26 anos, vivendo com HIV/Aids.

Veja Também

Rodovia que 'esfarelou' fica pronta em agosto
Simted suspende greve que iniciou na sexta-feira, dia 18
Dourados receberá Caravana da Saúde Indígena em junho
Campanha de Vacinação já imunizou 129 mil pessoas, diz prefeitura
Projeto estabelece o rastreamento precoce de doenças
Programa Universitário Cidadão tem início em Três Lagoas
Defesa Civil do Estado avalia impactos da cheia do Pantanal
Câmara conclui votação da regulamentação da profissão de físico
EUA acusam aliado de Maduro de narcotráfico e impõem sanções
Projeto endurece pena para homicídio contra população LGBT