Campo Grande •26 de Março de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Aguas - Campanha Março

Agência Brasil | Segunda, 2 de Janeiro de 2017 - 08h27Um ano após anúncio, repelentes não foram entregues a grávidas do Bolsa FamíliaPregão para a compra dos produtos foi feito em dezembro do ano passado e o processo de licitação está em andamento

Pregão para a compra dos produtos foi feito em dezembro do ano passado e o processo de licitação está em andamento
Pregão para a compra dos produtos foi feito em dezembro do ano passado e o processo de licitação está em andamento (Foto: Juca Varella/Agência Brasil)

Um ano após o anúncio feito pelo governo federal, os repelentes prometidos a grávidas beneficiárias do Programa Bolsa Família ainda não começaram a ser entregues. O pregão para a compra dos produtos foi feito em dezembro do ano passado e o processo de licitação está em andamento.

A expectativa do Ministério da Saúde é de que, uma vez concluída a fase da licitação, os repelentes passem a ser entregues cerca de 15 dias depois. Ainda segundo a pasta, a burocracia comprometeu a agilidade do processo, já que houve dificuldade em encontrar empresas com capacidade de fornecer o produto em grandes quantidades.

Diante dos entraves, a nova previsão do governo federal é que os repelentes comecem a ser distribuídos no fim deste mês – cerca de um mês após o início do verão, período em que as chuvas intensas contribuem para a proliferação do mosquito Aedes aegypti. O vetor transmite os vírus da dengue, febre chikungunya e Zika.

O anúncio

Em janeiro de 2016, o governo federal anunciou que distribuiria gratuitamente repelentes a grávidas que participam do Programa Bolsa Família. A ação buscava intensificar o combate ao mosquito, responsável pelo aumento dos casos de microcefalia no país.

O ministro da Saúde à época, Marcelo Castro, informou que iria se reunir com fabricantes de repelentes para estudar a viabilidade de fornecer a quantidade necessária. Segundo ele, o governo trabalha com o número médio de 400 mil gestantes aptas a receber o produto em todo o país.

O decreto

Em abril do ano passado, a então presidente Dilma Rousseff assinou decreto que instituía o programa de prevenção e proteção individual de gestantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica contra o Aedes aegypti.

De acordo com a publicação, se caracterizam como em situação de vulnerabilidade socioeconômica as gestantes que integram famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família.

A definição de quais os insumos que seriam adquiridos e distribuídos ficaria a cargo do Ministério da Saúde que, conforme o decreto, atuaria de forma conjunta com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para a implementação do programa.

Veja Também
Domingo, 26 de Março de 2017 - 16h20Trump culpa radicais republicanos por fracasso de reforma da saúde Proposta dos republicanos também retirava recursos da Planned Parenthood
Domingo, 26 de Março de 2017 - 15h43Indígenas venezuelanos em Manaus voltarão a seu país de origem em abril Ônibus vão levar os indígenas venezuelanos até o município roraimaense de Pacaraima
Rede Solidária já atende 420 crianças e qualifica 185 pessoas no Jardim Noroeste em 30 dias
Domingo, 26 de Março de 2017 - 14h59Rede de Saberes promove I Seminário de Mulheres Indígenas em MS Evento é aberto para mulheres indígenas e não indígenas
Domingo, 26 de Março de 2017 - 14h30Mostra apresenta bordados de artesãs de Minas Gerais Seedif dará início a uma caravana para atender artesãos de regiões mineiras
Domingo, 26 de Março de 2017 - 14h06Prazo para declaração de equídeos termina no dia 31 de março atualização do cadastro de animais é importante também para o desenvolvimento de estratégias sanitárias
Domingo, 26 de Março de 2017 - 13h47Curso gratuito de documentário vai produzir obras para comemorar os 40 anos de MS Teoria será apresentada a potencialidade dos chamados “materiais de arquivo”
Uems e UFGD abrem exposição fotográfica
Domingo, 26 de Março de 2017 - 11h38Ministra britânica pede acesso ao Whatsapp para combater terrorismo Ministra considerou como "inaceitável" serviço de mensagem que ofereça um sistema criptografado
Domingo, 26 de Março de 2017 - 11h06Semadur remove árvore que oferece risco em canteiro central Após remoção será realizada o plantio de uma nova muda da mesma espécie no local
Square Banner Sicredi
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento