Menu
22 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Educação

UEMS forma 90 novos professores em Dourados

"Escolhemos a Educação para transformarmos o mundo", diz formanda

4 Fev2017Da Redação08h57

“Saímos daqui, não apenas para sermos professores, e sim para darmos o melhor de nós. Escolhemos a Educação para transformarmos o mundo em um lugar melhor”. Estas foram as palavras da recém-formada no curso de Letras (Português/Espanhol), Geovana Carvalho Figueiredo, que representou todos os formandos dos cursos da modalidade de Licenciatura da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), durante colação de grau realizada na última quinta-feira (2), em Dourados.

Na segunda cerimônia de formatura da Instituição, Unidade de Dourados, 90 alunos das Licenciaturas em Ciências Biológicas, Física, Letras – Português/ Espanhol, Letras – Português/ Inglês, Matemática, Pedagogia e Química receberam a outorga de grau.

“A cada novo dia temos uma segunda chance de sermos melhores. Neste dia de comemoração, tenho a certeza que todos vocês saem transformados dessa universidade, prontos para serem ainda melhores”, enfatizou o reitor da UEMS, Fábio Edir dos Santos Costa, desejando sucesso aos professores formados.

Ainda em seu discurso, o reitor homenageou Reseno Jorge, indígena da etnia kaiowá que se formou no curso de Letras Português/Espanhol. “Ele foi o primeiro aluno da Instituição a apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso em Guarani, e isso é um grande orgulho para nós”, afirmou o reitor.

Roseno apresentou o TCC em Português e Guarani, com parte da arguição feita apenas em Guarani. Foi a primeira vez que a Instituição contou com uma banca avaliadora de professores fluentes no idioma. Ele é morador na Aldeia Panambi, em na cidade de Douradina, e ingressou na UEMS por meio de cotas para indígenas.

“Não tenho palavras para dizer o que estou sentindo. Foram anos de muita luta, mas nada foi um obstáculo para que eu chegasse até aqui. Eu aprendi muito na Universidade, eu tive acesso a um mundo de conhecimento. Eu sou muito grato por tudo. A UEMS abriu as portas para mim”, relatou Roseno.

O novo professor Arthur Barbosa de Oliveira, de 23 anos, que recebeu a outorga de grau em Letras – Português/Inglês, conta que aproveitou bem todos os anos da faculdade. Ele foi bolsista do Pibid – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência e desenvolveu diversos projetos inovadores na área de Educação, entre eles, o uso de jogos de tabuleiro ao estilo Roleplaying Game (RPG) no processo de ensino-aprendizagem de literatura junto a alunos do Ensino Fundamental.

”Os projetos de extensão da UEMS têm essa função de aproximar o aluno da sua futura profissão. Eu aconselho aos alunos que, desde o primeiro ano, aproveitem ao máximo as bolsas, os professores, os eventos e os projetos de pesquisa e extensão. Todas essas oportunidades fazem muita diferença na qualidade da formação”, ressaltou Arthur.

Entre os formados do curso de Física, apenas duas mulheres receberam a outorga de grau e, uma delas, foi Eloíza Lopes de Carvalho, de 27 anos. Ela entrou na UEMS em 2008 por meio de cotas para alunos negros e pardos. Eloíza conta que enfrentou diversos problemas pessoais e não conseguiu terminar o curso, mas não desistiu e retornou à instituição. “Sempre gostei da disciplina de Física e agora, finalmente, vou poder dar aulas, ser professora de Física, que é o que eu amo”, afirmou.

A nova pedagoga, Lenilza Flores da Silva, de 26 anos, contou que também ingressou na UEMS por meio de cotas para alunos indígenas. “Eu enfrentei muitas barreiras. O aluno indígena ainda sofre muito preconceito, mas eu consegui vencer. Agora vou realizar o meu sonho que é ensinar as crianças”, destacou.

Veja Também

Ação prende condutor embriagado e autua 154
Ministério da Educação e FNDE fazem pesquisa sobre transporte escolar
Ministério Público investiga falhas em Hospital de Sonora
Comissão aprova crime de importunação sexual no Código Penal
Aprovado projeto que dobra gratificação de secretários de escola
Aeronaves do Estado são vistoriadas pelo MPE
Telemarketing pedirá ajuda para Cotolengo
MPE se posiciona sobre acidente entre ônibus e trem
Prefeitura de Corumbá anuncia expediente especial nos dias de jogos do Brasil
Dentistas aguardam proposta salarial para decidir sobre greve