Menu
21 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Crime Ambiental

Turista paulista é autuado transportando pescado ilegal

Infrator foi multado em R$ 1,2 mil

24 Out2016Da redação09h31

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas apreendeu ontem (23), 25 kg de pescado transportados ilegalmente. A PMA apreendeu o pescado durante fiscalização na BR 262, na altura do Km 1, quando abordou um veículo VW Cross Fox, puxando um semi-reboque com um barco, onde estava o pescado em caixas térmicas. O infrator, de 68 anos, residente em Araraquara (SP), transportava o pescado das espécies curimbatá, piapara, piranha e sardela, com sinais de terem sido capturados com petrechos proibidos de malha (redes ou tarrafas). 

O infrator havia capturado os peixes no rio Verde, no município de Água Clara. Como também poderia capturar apenas 10 kg mais um exemplar e cinco exemplares de piranha, os 25 kg também superavam a cota a que tinha direito, o que também é crime.

A PMA apreendeu o veículo e o reboque e os 25 kg de pescado. O infrator recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde foi autuado por crime ambiental de transporte de produto da pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos prisão. O infrator também foi multado administrativamente em R$ 1.200,00. O pescado será doado a instituições filantrópicas depois de periciado.

Veja Também

Terceira agência digital do País é inaugurada
Projeto proíbe exibição de animais silvestres em zoológicos, aquários e parques
Manutenção do Parque das Nações será feita com veículo elétrico
Prefeitura abre inscrições para desfile cívico de 26 de Agosto
Arraial do Banho de São João começa nesta quinta em Corumbá
Helicóptero da PM transporta peão a Santa Casa
Campo Grande receberá próxima etapa da Copa Truck
Após reportagem, indígenas de Dourados recebem cobertores
Governo divulga nota de pesar pela morte de ex-presidente da Agepen
Trânsito CCR MSVia prossegue com obras na BR-163/MS Em caso de chuvas, as obras serão suspensas