Menu
20 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner ALMS - Parlamento Jovem
Saúde Pública

Tribunal investigará fechamento de prontos-socorros

Força-tarefa multidisciplinar composta por seis servidores vai apurar situação

14 Mar2017Valdelice Bonifácio18h24

O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS) vai investigar o fechamento de centros emergenciais de atendimento médico-hospitalar em Campo Grande. Nesta semana, o Hospital Universitário anunciou o fechamento do Pronto Atendimento Médico (PAM), devido à falta de insumos básicos e remédios para atender os pacientes.

O estabelecimento alega que vem negociando há anos com a prefeitura da Capital, sem conseguir o valor necessário para fazer frente à demanda de pacientes. Também restringiu os atendimentos, o Hospital Regional de Campo Grande. No Pronto Atendimento do Regional, só são recebidos pacientes encaminhados ou em estado grave. A alegação foi de sobrecarga no setor.

Por meio da portaria TC/MS Nº 13/2017, o presidente do TCE-MS Waldir Neves nomeou uma força tarefa multidisciplinar composta por seis servidores do Tribunal para, em regime de urgência, realizar uma auditoria na Secretaria Municipal de Saúde do Município de Campo Grande.

O objetivo é apurar os fatos que levaram ao fechamento. O Tribunal aponta que tal situação "põe em risco à vida de pessoas, sobretudo as mais pobres que dependem, exclusivamente, da Rede Pública de Saúde." Os auditores devem apresentar relatório preliminar, em três dias, contando da publicação da portaria.

(Com informações da assessoria de imprensa do TCE-MS)

Veja Também