Menu
28 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner ALMS - AUDIÊNCIA PÚBLICA
Estado

Tribunal de Justiça promove curso para reflexão de gêneros

Qualificação é voltada aos servidores que atuam na área de psicologia e serviço social

28 Jul2017Da redação19h47

O Tribunal de Justiça, por meio da Escola Judicial de MS e da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, realizará de 31 de julho a 3 de agosto o curso de capacitação para formação de grupos reflexivos de gêneros.

A qualificação é voltada para os servidores que atuam na área de psicologia e serviço social do Poder Judiciário e terá como palestrantes profissionais do Alban - Instituto Mineiro de Saúde Mental e Social, pioneiro na formação de grupos reflexivos no Brasil, além da participação da juíza Jacqueline Machado, responsável pela Coordenadoria da Mulher e pela Vara de Medidas Protetivas de MS.

Em sua palestra, acompanhada de sua equipe multidisciplinar, a juíza tratará de temas como a violência de gênero, violência doméstica e familiar contra a mulher e medidas protetivas de urgência na Lei nº 11.340/06, conhecida como Lei Maria da Penha. Ela falará também da implantação do programa Mãos emPENHAdas Contra a Violência, proposta com a qual concorre ao Prêmio Innovare, e do Projeto Atena nas comarcas do interior – razão pela qual ressalta a importância da participação de servidores de todo o Estado.

As duas ações são de iniciativa do Poder Judiciário e têm o objetivo de diminuir os índices de violência doméstica e familiar em MS, além de fomentar a cultura da paz. O programa Mãos emPENHAdas Contra a Violência faz parte da campanha Mulher Brasileira, inserida na mobilização nacional Justiça pela Paz em Casa, idealizada pela presidente do STF e do CNJ, Ministra Cármen Lúcia, e encampada pelo presidente do Tribunal de Justiça, Des. Divoncir Schreiner Maran.

Já o Projeto Atena promove a realização de oficinas de sexualidade para as mulheres em situação de violência doméstica atendidas pela 3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, situada na Casa da Mulher Brasileira. Cada edição é realizada em cinco encontros quinzenais e faz parte da Campanha Mulher Brasileira em prol das vítimas de violência.

Veja Também