Menu
6 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Crime ambiental

Três são presos com madeira ilegal retirada de reserva indígena

Flagrante da Polícia Militar Ambiental aconteceu em Miranda e transporte da carga tinha "batedor"

14 Nov2019Da redação11h05

Policiais militares ambientais de Miranda apreenderam um caminhão carregado de madeira ilegal, retirada em uma reserva indígena. O flagrante aconteceu  durante fiscalização nesta quarta-feira (13), às 22h00, no município, na estrada de acesso ao assentamento Sumatra, quando os policiais abordaram um caminhão VW 13.180, que transportava madeira ilegal, onde estavam o condutor e um passageiro.

Em seguida foi abordado um veículo Toyota Hillux, no qual estava o condutor que ficou muito nervoso e afirmou que estava como “batedor” da carga. No caminhão havia 300 estacas para cerca de madeira da espécie aroeira retirada ilegalmente da reserva indígena Kadiwéu, que o condutor do veículo afirmava ter comprado de um indígena. Foram apreendidos os dois veículos e a madeira.

Tanto o caminhão, como a Hillux que estava com o “batedor” pertenciam ao condutor do caminhão, um homem de 46 anos, residente em Campo Grande. Ele, mais o “batedor”, de 26 anos, residente na Capital e o passageiro do caminhão, de 47,  que mora em Miranda  receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com o material apreendido para a delegacia de Polícia Civil da cidade.

Eles vão responder por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção. Os infratores também foram autuados administrativamente e multados em R$ 2.376,00 cada um, perfazendo R$ 7.128,00.

Veja Também

Participantes já podem conferir os resultados do Encceja 2019
Mãe procura filho que pode ter sido sequestrado por facção
Mais de mil cartas ainda aguardam por um ato de solidariedade
Em Corumbá, concurso de presépios distribui prêmios em dinheiro
Governo regulamenta pagamento por ações em prol do meio ambiente
Homens saem às ruas pelo fim da violência contra as mulheres
Prefeitura de Três Lagoas investiga a morte de professora
Confira escala médica nas UPAs e CRSs nesta sexta-feira
Funcionários da Eldorado Brasil aceitam proposta de reajuste salarial
Combate ao abandono de animais tem adoção, brindes e atividades para crianças