Menu
21 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
MS

TJ cria comissão para revisar contratos administrativos do Judiciário

Objetivo é racionalizar gasto público no âmbito do Poder Judiciário Estadual

14 Mar2017Da redação20h41

Está publicada no Diário da Justiça desta terça-feira (14) a Portaria nº 1.079, na qual o presidente do Tribunal de Justiça, Des. Divoncir Schreiner Maran, constitui e designa membros da Comissão de Revisão dos Contratos Administrativos do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul.

Esta é mais uma medida com o objetivo de racionalizar o gasto público no âmbito do Poder Judiciário Estadual, considerando que a prorrogação ou celebração de novos contratos administrativos devem observar sempre a essencialidade de seu objeto e o relevante interesse público, com vistas ao atingimento da meta de redução de gastos.

A Comissão de Revisão dos Contratos Administrativos do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul é composta pelo juiz auxiliar da Presidência, Flávio Saad Peron, pelo diretor-geral da Secretaria do Tribunal de Justiça, Marcelo Vendas Righetti, pela diretora do Controle Interno, Kele Cristina Leite de Melo, e pelo diretor do Departamento de Gestão de Despesa e Contratos, João Bosco de Rezende, para, sob a presidência do primeiro, reavaliar os Contratos Administrativos e instrumentos congêneres relativos à aquisição de bens e à prestação de serviço, com vistas ao atingimento da meta de redução do gasto público.

Veja Também

ONU celebra suspensão de testes nucleares da Coreia do Norte
Mais de 1,4 mil travestis e transexuais pediram nome social no título
Obra de drenangem interdita trecho da Leão Neto na segunda-feira
Ponte de concreto para substituir a que caiu está 91% concluída
Confira os 12 erros mais cometidos na Declaração do IR
Tribunais e cartórios de MS serão inspecionados
Usando arte, evento alerta contra a cultura do estupro
Homem morre afogado após veículo cair em rio
Aposta feita em Brasília fatura mais de R$ 9 milhões na Mega-Sena
Fiocruz fabricará remédios contra HIV e hepatite C para ofertar no SUS