Menu
21 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Interior

Suspeito de participação em aborto é preso

Mãe de Aline disse que não sabia que a filha estava grávida

10 Jan2017Da redação14h39

Suspeito de participação no aborto feito por Aline dos Reis Franco, de 26 anos, o técnico de laboratório Dinilson Rodrigues Nunes foi preso nesta segunda-feira, 9 de janeiro em Porto Murtinho, na fronteira com o Paraguai. A mulher de 26 anos estava grávida de dois meses e acabou morrendo devido à tentativa aborto mal sucedida que fez no dia 6 de dezembro.

Aline deu entrada no hospital de Porto Murtinho após passar mal por causa da tentativa de aborto. A vítima estava em estado grave e foi encaminhada para Campo Grande, mas não resistiu e acabou morrendo no município de Jardim.

A mãe de Aline disse que não sabia que a filha estava grávida. Na ocasião, a hipótese levantada era de uma amiga tivesse comprado Cytotec e dado para a jovem que passou mal. Ela foi levada para o hospital e teria dito aos médicos que estava mal por causa do calor. O caso foi registrado como morte a esclarecer e o delegado Rodrigo Nunes Zanata é o responsável pelo caso que segue em investigação. 

Veja Também