Campo Grande •22 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner SEGOV - Mesmo na crise Obras

Da redação | Quarta, 19 de Abril de 2017 - 18h42Supermercados não chegam a acordo salarial com empregadosNa última rodada de negociação, empresários ofereceram metade do INPC acumulado nos 12 meses

(Foto: Divulgação)

Patrões e empregados em supermercados de Campo Grande não chegaram a um acordo para fechar a Convenção Coletiva de Trabalho 2017/18. O Sindicato dos Empregados no Comércio – SECCG, manifestou sua indignação com a “ganância” dos empresários que não querem abrir mão de seus elevados lucros para dividir uma pequena parte com os empregados.

Na última rodada de negociação, os empresários ofereceram apenas metade do INPC acumulado nos 12 meses que antecedem a data base da categoria (1º de abril), que corresponde a pouco mais de 2%. “Além disso, os donos supermercadistas tiveram a ousadia de propor a retirada de direitos sociais conquistado ao longo de muitos anos de negociação”, criticou Idelmar da Mota Lima, presidente da entidade.

Abertura no Feriado – Sem Convenção Coletiva de Trabalho em vigor, os supermercados de Campo Grande correm risco de não poder abrir neste feriado de Tiradentes, na sexta-feira (21), alerta o sindicato. Sem acordo, eles não podem colocar os empregados para trabalhar nesse ou em qualquer outro feriado, informa Idelmar da Mota Lima.

O impasse na negociação foi a proposta considerada “absurda” feita pela classe patronal, em desrespeito não só aos empregados em supermercados como também com suas famílias. Os empresários, segundo Idelmar oferecem de “reajuste salarial” apenas metade do que os salários dos trabalhadores perderam para a inflação nesses últimos 12 meses. Ou seja, pouco mais de 2% de “reajuste” se considerar o INPC do período que foi de 4,45%.

Como se não bastasse esse “famigerado percentual”, um desrespeito e falta de consideração pelo trabalho de seus empregados, os empresários, donos de supermercados de Campo Grande foram mais longe com sua ganância de querer ganhar sozinhos: eles propuseram a retirada de algumas conquistas sociais que já faziam parte da CCT anterior.

“Os donos de supermercados querem, pasmem senhores consumidores e opinião pública de Campo Grande, a retirada da folga pelos feriados trabalhados; acabar com o descanso intervalar de apenas 15 minutos e ainda, querem a criação da função multidisciplinar de seus empregados”, informa Idelmar da Mota Lima.

Nelson Benitez, vice presidente do sindicato, que também participou das tentativas de negociação, disse que essas propostas são “indecentes” e “inconcebíveis. Uma afronta aos trabalhadores que dão significativa parcela de trabalho para o sucesso dos negócios das empresas”, criticou.

Diante dessas propostas o sindicato resolveu suspender as negociações. Deverá reunir a categoria em assembleia geral para decidir novos rumos que empreenderá nessa luta para conquistar salários dignos e manter as cláusulas conquistadas.

 

Veja Também
Terça, 22 de Agosto de 2017 - 11h07CCR MSVia alerta para trechos em serviços na BR-163/MS Em caso de chuva as obras serão interrompidas
Terça, 22 de Agosto de 2017 - 10h37Hoje é o último dia para fazer a inscrição em cursos do Pronatec Prazo foi ampliado para garantir oportunidade aos que não puderam se inscrever em tempo hábil
Terça, 22 de Agosto de 2017 - 09h28Com foco no atendimento à população, formação continuada debate esporte, lazer e saúde Encontro, que aconteceu no auditório do Sicredi, integra o programa de formação continuada
Hortaliças cultivadas em presídio semiaberto de Corumbá são doadas a instituições filantrópicas
Azambuja lamenta morte de ex-governador
Terça, 22 de Agosto de 2017 - 08h00Uems realiza minicurso sobre propriedade intelectual Evento é gratuito e aberto a todos os pesquisadores da Universidade e demais interessados, não sendo necessária inscrição
Terça, 22 de Agosto de 2017 - 07h25Sensação térmica de 8° na madrugada Apesar de mais elevada a máxima não deve ultrapassar os 25°
Pedro Celestino a luta contra divisão do Estado
Acidente entre carro e carreta deixa uma pessoa morta
Governador sanciona Lei que institui o Dia Estadual da Educação Superior
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento