Campo Grande •17 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Águas Guariroba - Campanha Águas Faz Mais

Valdelice Bonifácio | Quinta, 3 de Agosto de 2017 - 14h39Superlotada, Santa Casa da Capital fecha portõesHospital diz que tomou decisão de fechar porque já trabalha acima da capacidade

(Foto: Marco Miatelo)

Maior hospital de Mato Grosso do Sul, a Santa Casa de Campo Grande está com os portões fechados desde esta quarta-feira, 2 de agosto. O motivo é a superlotação da unidade.  Na área vermelha, por exemplo, onde ficam os pacientes em estado grave estão internadas 10 pessoas quando a capacidade é para seis.

Com as faixas fixadas no portão de entrada, o hospital avisa que não há vagas. Ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Bombeiros não entraram a não ser que o caso seja de extrema urgência. A lotação atinge o pronto-socorro, o Centro de Terapia Intensiva (CTI) e as alas de internação.

Na tarde desta quinta-feira, dois pacientes permanecem em salas de cirurgia por falta de vagas de UTI. Outros 17 pacientes do pós-operatório seguem aguardando vagas na enfermaria. O hospital informa que tomou a decisão de fechar os portões  porque já trabalha acima da capacidade.

A Santa Casa afirmou ainda ter encaminhado ofícios para as secretarias municipal e estadual de Saúde e para o Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul (CRM-MS) para informar sobre a situação de caos e pedir solução. Até mesmo um boletim de ocorrências por preservação do direito foi registrado na Polícia Civil pelo hospital.

Sesau - A Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) informou, em nota, que o Município não foi comunicado oficialmente sobre a decisão do hospital em fechar o pronto-socorro em detrimento desta superlotação. "Entretanto, a Sesau, por meio da coordenadoria de urgência, tem trabalho para garantir que os pacientes graves sejam encaminhados para outras unidades hospitalar conveniadas, entre elas o HU e HR, e está prestando todo atendimento necessário para casos menos complexos nas UPAs e CRSs.", disse a Sesau.

Na Secretaria Estadual de Saúde, ninguém foi localizado para comentar o assunto até a publicação desta matéria.

(Matéria ampliada às 17h32 para inclusão do posicionamento da Sesau)

Veja Também
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018 - 16h37Mãe que está presa com bebê consegue HC Justiça concede habeas corpus a mulher que deu a luz logo após prisão
Sindicalistas protestam contra reforma previdenciária
MS pode receber venezuelanos
MS não teve casos de febre amarela
Prefeitura entrega obra de escola que estava parada
Hora de atrasar o relógio
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018 - 06h25Chuva e muito sol Na parte da tarde as temperaturas permanecem altas
MEC prorroga prazo para adesão do Programa Mais Alfabetização
Aberta licitação para revitalizar Rua 14 de Julho
Horário de verão termina à meia-noite do sábado (17)
Square notícia uci
Vídeos
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento