Menu
19 de fevereiro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Nacional

Sobe para 160 número de mortos identificados em Brumadinho

Nove mortos ainda não foram identificados e 160 pessoas seguem desaparecidas

11 Fev2019Agência Brasil17h19

Subiu para 160 o total de óbitos identificados após o rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG).

De acordo com balanço divulgado hoje (11), pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, nove mortos ainda não foram identificados e 160 pessoas seguem desaparecidas – entre funcionários da Vale, terceirizados que prestavam serviços à mineradora e membros da comunidade.

No 18º dia de buscas, as operações contam com um efetivo de 376 homens, incluindo 158 militares de Minas Gerais, 132 de outros estados e 63 da Força Nacional. Há também 22 voluntários que auxiliam as equipes. A tragédia deixou ainda 138 pessoas desabrigadas.  

Os bombeiros continuam  as buscas por vítimas na região de Brumadinho, onde a barragem da mineradora Vale, se rompeu, no dia 25 de janeiro, e um mar de lama atingiu casas, uma pousada, o refeitório da empre e outros locais, deixando mortos e desaparecidos.

Veja Também

Concen faz ação educativa em aldeias indígenas de MS
Confira o novo calendário da Carreta da Justiça em 2019
Desfile beneficente apresenta coleção inverno e arrecada doações
Maior superlua do ano ocorre nesta terça-feira
Confira escala médica das UPAs e CRSs nesta terça-feira
Bolsonaro assina Projeto de Lei Anticrime
Trânsito CCR MSVia informa pontos da BR-163/MS com serviços nas pistas Em caso de chuva, as obras poderão ser interrompidas. Todos os locais estão sinalizados
Nascidos em março e abril recebem Abono Salarial 2017 a partir desta quinta
SES ressalta sobre cuidados para prevenir dengue
Receita alerta para e-mail falso sobre malha fina