Campo Grande •21 de Janeiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner águas guariroba - campanha dezembro

Da redação | Segunda, 7 de Agosto de 2017 - 15h40Situação da Santa Casa pode virar alvo de CPIObjetivo é averiguar como direção do hospital está utilizando dinheiro público

(Foto: Marco Miatelo)

A situação da Santa Casa de Campo Grande que está com portões fechados desde 2 de agosto alegando superlotação poderá ser alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal da Capital. O autor da proposta é o vereador Chiquinho Telles (PSD). Ele afirma que o objetivo é averiguar como a direção da Santa Casa está utilizando o dinheiro repassado pela prefeitura. “Precisamos saber para onde está indo os recursos”, argumentou.

Atualmente, o hospital está sem contrato com a  prefeitura de Campo Grande. Para abrir uma CPI será necessário colher  10 assinaturas dos demais vereadores, além de definir objeto a ser apurado e lapso temporal.

Com a abertura da CPI, Chiquinho Telles não descarta também  a visita de integrantes da Câmara Municipal de Campo Grande à Santa Casa, que terá como objetivo uma vistoria para identificar superlotação. “Essa expedição poderá ocorrer na quarta-feira”.

A prefeitura e a direção do hospital não chegaram a um consenso para realizar a assinatura de contratualização. O maior impasse refere-se à forma de pagamento que é feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que paga por produção os procedimentos realizados. A Santa Casa discorda do método.

Nest segunda-feira, 7 de agosto, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) informou que vai levar a situação da Santa Casa ao Ministério Público Federal (MPF).

Déficit - Segundo o presidente da Santa Casa Esacheu Nascimento, há um déficit financeiro de R$ 3 milhões e um contrato que a prefeitura de Campo Grande não quer assinar.

“Desde dezembro estamos trabalhando sem um contrato com o município. Há uma questão de ordem financeira que precisa ser resolvida. É preciso trazer mais apoio para que a Santa Casa possa continuar atendendo a população com qualidade e de maneira eficiente”, relata.

O governo do Estado afirmou que o repasse da verba para a Santa Casa está sendo depositado em dia, mas a prefeitura afirma que há uma pendência de R$ 2,5 milhões que é da parte do Estado.

Veja Também
Mega-sena acumula e pode pagar R$ 20 milhões na quarta-feira
Domingo, 21 de Janeiro de 2018 - 07h20Campo Grande terá máxima de 37º Pode ocorrer pancadas de chuvas em regiões isoladas
Aeroporto de Campo Grande comemora 54 anos
Sábado, 20 de Janeiro de 2018 - 12h29Emílio Ribas tem dois meses de espera Em São Paulo já fica de espera para conseguir a imunização
Termina domingo eleição do prato de Campo Grande
Devotos passam o dia festejando São Sebastião
Cai o número de acidentes e mortes na BRs em 2017
Sindicato fideliza filiado com serviços
Sábado, 20 de Janeiro de 2018 - 06h33Temperatura pode chegar a 34° Apesar do calor mais intenso há possibilidade de ocorrência de chuva
Defesa de Temer pede arquivamento de inquérito sobre portos
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento