Menu
26 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Sistema Penal

Sindicato nega ter participado de indicação de chefe da Agepen

Presidente de sindicato vai processar denunciante judicialmente

3 Fev2017Da Redação20h00
(Foto: Luciano Muta)
  • Sindicalistas convocaram entrevista coletiva para desmentir denúncia
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)

O Sindicato dos Servidores de Administração Penitenciária (Sinsap) vai acionar a Justiça contra uma denúncia levada ao Ministério Público e que seria caluniosa. Conforme o denunciante, o presidente do sindicato, André Luis Garcia Santiago, seria um dos responsáveis pela indicação de Ailton Stropa para a presidência da Agepen. Ele nega tal afirmação.

Stropa se demitiu do cargo recentemente após ser alvo de Operação da Gaeco que investiga irregularidades e corrupção na Agepen. André Santiago já colocou o departamento jurídico do Sinsap para preparar a ação judicial. Ele deve processar os autores por denunciação caluniosa e danos morais. “Parece que querem nos vincular às suspeitas de corrução. Mas, não temos ligação com a indicação de Stropa e nem com irregularidades”, garantiu.

Operação Girve - A demissão de Stropa foi anunciada quatro dias após a Operação Girve, do Gaeco que investiga ilegalidades cometidas durante a realização do curso de Treinamento para Intervenção Rápida, Contenção, Vigilância e Escolta do Sistema Penitenciário - Girve (daí o nome da operação).

Stropa foi diretamente alvo da ação que recolheu documentos em suas salas de trabalho e na sua residência. Ele sempre negou ter cometido qualquer irregularidade. Porém, decidiu deixar o cargo para que as investigações transcorram sem a presença dele na função. As apurações correm em sigilo.

Veja Também