Campo Grande •20 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo - Governo Presente - Matrícula

Valdelice Bonifácio | Sexta, 10 de Março de 2017 - 14h52Sindicatos acamparão em frente às casas de políticosAcampamento faz parte dos protestos contra Reforma da Previdência Social

(Foto: Divulgação/Agência Brasil)

Sindicalistas decidiram acampar em frente às residências de parlamentares federais de Mato Grosso do Sul. A atitude é um protesto contra a proposta de Reforma da Previdência que tramita no Congresso Nacional e que tem apoio de parte da bancada federal do Estado. O primeiro alvo deverá ser a residência do deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), em Campo Grande. O parlamentar é presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência.

Os organizadores do movimento estão definindo as datas para começarem os acampamentos. Segundo eles, a atitude é uma pressão para que os parlamentares votem de acordo com a vontade popular. “E não dos governantes e políticos como vem acontecendo há décadas no Brasil. Uma vergonha! Basta! o povo exige respeito”, afirma Idelmar da Mota Lima, presidente da Força Sindical regional MS.

A Reforma da Previdência mobiliza várias categorias profissionais. Os professores da rede estadual de Mato Grosso do Sul e de vários municípios decidiram aderir à greve nacional da categoria que começará no dia 15 de março e é por tempo indeterminado.  

Reforma - Atualmente não há idade mínima para a aposentadoria por tempo de contribuição. São necessários 35 anos de recolhimento para homens e 30 para mulheres. Já para se aposentar por idade, hoje é necessário ter pelo menos 15 anos de recolhimento e 65 anos de idade para os homens e 60 para as mulheres.

Com a Reforma da Previdência quem quiser se aposentar precisará ter pelo menos 65 anos, tanto para homens quanto para mulheres e 25 anos de recolhimento, porém, para receber 100% no benefício serão necessários, na prática, 49 anos de recolhimento.

O governo federal alega que a Previdência é deficitária e que a Reforma é necessária para equilibrar as contas.

(Com informações da assessoria de imprensa da central sindical)

Veja Também
Investigação descarta febre amarela em macaco
Prazo para renovação do Fies é prorrogado para 30 de novembro
Audiência debate mobilidade da Av. Bandeirantes e Rua Brilhante
Recapeamento interdita trechos da Avenida Mato Grosso
Segunda, 20 de Novembro de 2017 - 11h20Prefeitura convoca clínicos e especialistas para reforçar atendimentos de urgência Edital de convocação nº 40/2017 foi publicado na edição desta segunda-feira (20)
Segunda, 20 de Novembro de 2017 - 09h18VIII Bienal de Física será de 20 a 23 de novembro na Uems Evento contará com pesquisadores, professores e estudantes da área
Aldeias recebem novos atendimentos com projeto A Saúde Mais Perto de Você Indígena
Segunda, 20 de Novembro de 2017 - 07h17Céu nublado e chuvas isoladas Temperatura máxima deve chegar a 30° no período da tarde
Marinha do Brasil e FAB auxiliam em buscas por submarino argentino
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento