Campo Grande •28 de Maio de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Segunda, 3 de Outubro de 2016 - 15h21Servidores que não se recadastraram têm benefícios suspensosServidores foram temporariamente retirados da folha de pagamento do Estado

(Foto: Chico Ribeiro/Governo de MS)

O Censo Cadastral Previdenciário do Poder Executivo estadual de Mato Grosso do Sul, encerrado em 2 de setembro, ainda possui de 1.996 segurados que não realizaram a atualização cadastral. Os servidores foram temporariamente retirados da folha de pagamento, até que a atualização de dados seja feita.

Conforme dados da Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD) e Agencia Previdenciária de Mato Grosso do Sul (Ageprev) até a sexta-feira (30), de 2.268 segurados convocados no Diário Oficial do Estado (DOE) do último dia 15 de setembro, apenas 272 procuraram os órgãos designados para regularizar sua situação.

Dos 539 segurados ativos convocados pelo Governo do Estado,  137 procuraram a SAD para fazer o recadastramento. No total de ausentes ativos se insere parcela de servidores que estavam em trâmite para a aposentadoria durante o Censo e ainda aqueles em vacância, ou sejam, cedidos para outros órgãos e para os quais não incidem vencimentos.

No caso dos segurados aposentados, 66 dos 854 servidores convocados compareceram posteriormente à publicação no Diário Oficial. Quanto aos pensionistas, dos 875 ausentes, apenas 69 procuraram a Ageprev para atualizar seus dados junto ao regime próprio da Previdência Social de Mato Grosso do Sul.

O bloqueio de benefícios dos segurados que não realizaram atualização acontece já a partir da folha de pagamento do mês de setembro, em conformidade com os termos do decreto nº 14.427 de 21 de março de 2016, e da resolução nº 1, da Secretaria de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD) e Agência de Previdência Social (Ageprev).

A assessora jurídica da Segov e Coordenadora do Censo Ana Carolina Nardes, lembra que ainda está em tempo do segurado que não realizou o Censo reverter o quadro de suspensão de benefícios. “Uma vez efetivada a regularização, o segurado volta a receber seus benefícios, em prazo que depende da data de fechamento da folha”. A assessora observa que, se não houver comparecimento do segurado aos locais determinados até março de 2017, será aberto procedimento legal para desligamento definitivo da folha de pagamento.

Para realizar o recadastramento:

Segurado inativo ou pensionista: Agência de Previdência Social (Ageprev), na Avenida Mato Grosso, nº 5.778, bloco I, Jardim Veraneio.

Segurado ativo: Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), na Avenida Desembargador José Nunes da Cunha, bloco I, Parque dos Poderes.

Documentação: Para conferir os documentos necessários na página do Censo ou clique aqui.

Informações: SAD (67) 3318-1325/1309; Ageprev  (67)3323-7356.

Veja Também
Exames práticos do Detran destacam-se pela conduta e didática
Comerciários de MS comemoram manifestações em Brasília
Campanha de Vacinação  é prorrogada até o dia 9 de junho
Carreta da Justiça está em Tacuru na segunda-feira 29
Cachorra é encontrada dentro de saco com coluna fraturada em Anastácio
Domingo, 28 de Maio de 2017 - 12h05Rapaz morre ao colidir moto com muro Vítima teria perdido o controle da direção da moto por excesso de velocidade
Domingo, 28 de Maio de 2017 - 10h50Petrobras faz revisão em patrocínio esportivo e reduz apoio este ano Redução do patrocínio acompanha o novo momento da companhia
Confira a escala médica deste domingo
Municípios de MS vão receber R$ 597 milhões em investimentos
Sisu abre inscrições nesta segunda-feira 29
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento