Menu
17 de agosto de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Expo MS
Educação

Servidores da UFMS param em protesto dia 23 de maio

Paralisação de advertência é em protesto à falta de reposição das perdas salariais da categoria

15 Mai2018Da redação13h32

Trabalhadores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS fazem uma paralisação de advertência no dia 23 de maio em protesto à falta de reposição das perdas salariais da categoria; Por mais verba para a educação; Contra as reformas e contra a ameaça de extinção de carreira na universidade, além de outras ameaças que pairam sobre a cabeça dos servidores. O movimento está sendo organizado pelo sindicato da categoria, o SISTA-MS.

De acordo com informações do coordenador geral da entidade, Waldevino Mateus Basílio, os servidores ativos e até os inativos (aposentados e pensionistas) estão sendo convocados para uma assembleia geral extraordinária do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (SISTA-MS) para esta quinta-feira, dia 17 , às 9h no Anfiteatro do FAALC da UFMS (antigo anfiteatro do CCHS), para deliberarem sobre a seguinte pauta:

A paralisação do dia 23 de maio; Revisão dos valores do Processo dos 47,94%; Processo dos 28,86% (Sentença  para quem não fez acordo) e também sobre as 30 horas e ponto eletrônico.

“Esperamos o comparecimento maciço de trabalhadores nessa nossa assembleia geral, pois precisamos somar forças para avançarmos nas melhorias em benefício de todos”, afirmou a servidora do Hospital Universitário, Cleo Gomes, coordenadora geral do SISTA-MS.

Basílio também reforça a necessidade da presença de servidores nessa assembleia geral para discussão e união de todos em torno dos objetivos que forem estabelecidos. “Unidos podemos avançar nas conquistas e impedir que sejamos prejudicados”, argumentou.

Veja Também