Campo Grande •24 de Junho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Valdelice Bonifácio | Quinta, 13 de Abril de 2017 - 13h33Serviço de Uber não terá limite em Campo GrandeComissão decidiu sobre liberação do serviço sem limites por maioria de votos

  
(Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marlon Ganassin/Prefeitura de Campo Grande)

Serviços de transporte por aplicativos, como o Uber, não terão limite de quantidade em Campo Grande. A decisão é da comissão criada para tratar do assunto que, na noite de quarta-feira, 12 de abril, deliberou sobre o assunto. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) participou.

A comissão é formada por vereadores, representantes dos taxistas, mototaxistas e representantes dos aplicativos. A decisão de não impor uma quantidade de veículos que atuarão por aplicativos foi tomada por maioria de votos, sendo oito a favor e cinco contrários.

No dia 25 de fevereiro, a prefeitura publicou decreto limitando em 490 o número de profissionais que poderiam atuar no serviço de transporte por aplicativos. Porém, dias depois, o prefeito anunciou que ampliaria o número para 980 de moto que cada titular pudesse ter um auxiliar.

A medida não agradou aos motoristas que prestam serviço por aplicativo. A categoria, inclusive, ameaçava ir à Justiça contra a limitação, pois desejavam um mercado livre. O prefeito então criou a comissão para discutir o assunto. Agora, será necessário baixar um novo decreto com regras para a atividade.

Para o procurador jurídico, Alexandre Santana, é dever da prefeitura zelar pela segurança dos usuários e motoristas. “Nós estamos conduzindo a formulação do decreto com a participação de todas as partes.”

Para o vereador e presidente da Comissão de Transportes e Trânsito, Júnior Longo, a regulamentação do transporte individual de passageiros é necessária. “Estamos discutindo todos os itens para formular um decreto que favoreça todas as partes, usuários e transportadores”.

A reunião contou com a presença do vereador Vinícius Siqueira, Willian Maksoud, do diretor-presidente da Agetran, Janine de Lima Bruno, diretor-presidente da agência de regulação, Vinícius Campos; diretor presidente da Agência de Tecnologia e Informação, Paulo Cardoso; secretário de Governo e Relações Institucionais, Antônio Lacerda.

(Com informações da assessoria de imprensa da prefeitura de Campo Grande)

Veja Também
Ministro nega retaliação da Noruega e diz que desmatamento voltará a cair
Avião monomotor cai sobre creche na Flórida e mata uma pessoa
Médicos rejeitaram reajustes acima da inflação, diz prefeitura
MPT fará mediação entre trabalhadores e Santa Casa
Profissionais de Educação Física aprovados em concurso são convocados
Deslizamento de terra deixa pelo menos 120 desaparecidos na China
Prefeitura notifica quase 2.600 proprietários de terrenos sujos
Funcionários da Cassems podem aderir à paralisação
Greve está mantida, informa Sindicato dos Médicos
Pacientes diabéticos recebem gratuitamente tiras medidoras de glicemia
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento