Menu
22 de setembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Segov- Campanha Semana Nacional do Trânsito
Segurança

Prédio da PF de Corumbá é reprovado

Prédio não atende ao que determina no Conselho Nacional de Justiça

13 Jul2018Laureano Secundo08h00

Entre as seis unidades da Polícia Federal avaliadas pelo Coselho Nacional de Justiça a Delegacia da Polícia Federal em Corumbá (MS) foi considerada como muito ruim e ficou em último lugar  na comparação com as demais unidade inspecionadas. Apesar da situação ruim da  unidade de Corumbá o relatório da CNJ considera o quadro  bom  pois apenas uma tem conceito negativo. Quatro são consideradas regulares e uma, boa.

No prédio inspecionado a equipe do CNJ considerou diversas irregularidades como a falta de uma distância razoável entre homens e mulheres, ventilação e iluminação apropriadas, conforme vistorias feitas desde 2011. Na unidade, uma grade isola homens e mulheres até a audiência de custódia. Como os presos ficam ali no máximo dois dias, mudar a sala torna-se oneroso, segundo a PF.

O prédio é tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, o que também limita mudanças. Estuda-se construir uma nova sede para a delegacia com um projeto destinado  a ser uma unidade de segurança  dentro dos padrões das demais que funcionam no país. Como Corumbá é considerado como uma das regiões susceptíveis ao tráfico pela sua localização na fronteira com a Bolívia a recomendação do CNJ é pela construção de uma Unidade da PF. 

Veja Também

Prefeitura oferece capacitação para professores em programa social
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
I Acampa Dourados recebe inscrições até o dia 28
Servidores do TJMS conquistam licença maternidade para adoção ou guarda
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Projeto garante atendimento especializado a aluno com transtornos
Perda de medicamentos é investigada em sindicância
TRF3 condena União, governo e prefeitura a custearem cirurgia
Cavalo na pista pode ter provocado acidente fatal