Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Campo Grande

Secretaria viabiliza projetos de R$ 200 milhões e geração de 700 empregos

Lista inclui indústrias e comércios dos mais diversificados ramos: alimento, transporte coletivo, turismo e materiais de construção

13 Mar2017Da redação07h51

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia (SEDESC), prepara 21 projetos de instalação de empresas em Campo Grande, com investimento aproximado de  200 milhões de reais e geração de 700 empregos.

A lista inclui indústrias e comércios dos mais diversificados ramos: alimento, transporte coletivo, turismo e materiais de construção. Eles serão instalados obedecendo um termo de compromisso de incentivo a geração de emprego e renda, assinado pela prefeitura e empresas.

As iniciativas, que estavam represadas na secretaria, foram retomadas com muito critério e rigor na atualização, com participação efetiva do prefeito Marquinhos Trad, que fez questão de acompanhar a análise das propostas.

“Cada proposta foi verificada uma a uma, para que se pudesse, juntamente com o prefeito, obter um diagnóstico antes de enviar para a Câmara”, explicou o titular da Sedesc, Luiz Ternando Buainain.

O secretário ressalta ainda que o prefeito está preocupado com o andamento dos projetos e tem pedido insistentemente por fomento e desenvolvimento. Por isso, os pedidos já foram encaminhados à Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais (SEGOV), que dará continuidade aos encaminhamentos até a aprovação, na Câmara.

Veja Também

Internos concluem curso de Corte e Costura no interior
Governo Federal reconhece estado de emergência em 184 cidades
Ex-servidores do HU viram réus por desvio de dinheiro
Nova procuradora toma posse no MPT-MS
Mortos em acidente na BR são identificados
Falha em ônibus atingido por trem está sendo investigada
Projeto proíbe cobrança para religação de água e luz em caso de corte
TCU investigará se cobrança de bagagem barateou passagens aéreas
Ministério condena assédio de brasileiros a mulher na Rússia
Seminário discutirá correção monetária dos valores das modalidades licitatórias