Menu
22 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Campo Grande

Secretaria planeja ações integradas de políticas para mulheres

Expectativa é apresentar no mês de março um calendário de atividades

7 Fev2017Da redação13h41

Com o desafio de assegurar uma política pública que reconheça e garanta os direitos humanos e a proteção integral da Mulher, a subsecretaria municipal de Políticas para a Mulher (Semu) criou um grupo de trabalho para o desenvolvimento de um plano de ação integrado, que envolverá todas as secretarias, fundações e institutos ligados ao Executivo Municipal. A expectativa é apresentar no mês de março um calendário de atividades.

O primeiro encontro aconteceu nesta manhã, na sede da secretaria, e contou com a presença do secretário municipal de Governo, Antônio Lacerda, da vice-prefeita, Adriane Lopes, da primeira-dama e presidente de honra do FAC, Tatiana Trad e da titular da Semu, Carla Stephanini.

A subsecretária destaca que a equipe está pronta para atender as mulheres de Campo Grande em toda sua diversidade e necessidades. “Vamos desenvolver políticas publicas que respeitem as mulheres e garantam os direitos, e que também promova a cidadania das mesmas em todos seus aspectos. A ideia é criar esse plano transversal de responsabilidade compartilhada pelos distintos órgãos do governo, considerando que a desigualdade de gênero é multidimensaional.  É fundamental essa integração do trabalho, já que a política pública para a mulher faz interface com a saúde, segurança, educação, assistência social, enfim, todos os setores públicos”, explica Carla.

As políticas públicas para as mulheres são o resultado da luta de mulheres, ao longo da história, por direitos e oportunidades para todos e todas, independente de sexo, cor/etnia, religião, orientação sexual ou classe social. A vice-prefeita reforça a importância de uma pasta que cuide exclusivamente das mulheres.

“Essa pasta é fundamental diante da realidade, principalmente, de todos os tipos de violência cometidos contra as mulheres de Campo Grande. É um alto índice hoje e acredito que esta subsecretaria exerce um papel fundamental na reinserção delas à sociedade, oferecendo a ela oportunidade, já que a função dessa unidade é assistir a mulheres em todo o seu contexto de vida”, enfatizou Adriane Lopes.

Tatiana Trad referendou a opinião da vice-prefeita e destacou a experiência da equipe que está à frente da Semu. “Nós estamos bem assessoradas com uma pessoa que tem todo um trabalho e uma história na luta pelos direitos das mulheres, que é a Carla.  Vamos trabalhar juntos e somar com a equipe da Semu para atingir o máximo de mulheres, de acordo com as necessidades de cada uma”.

Veja Também

Ação prende condutor embriagado e autua 154
Ministério da Educação e FNDE fazem pesquisa sobre transporte escolar
Ministério Público investiga falhas em Hospital de Sonora
Comissão aprova crime de importunação sexual no Código Penal
Aprovado projeto que dobra gratificação de secretários de escola
Aeronaves do Estado são vistoriadas pelo MPE
Telemarketing pedirá ajuda para Cotolengo
MPE se posiciona sobre acidente entre ônibus e trem
Prefeitura de Corumbá anuncia expediente especial nos dias de jogos do Brasil
Dentistas aguardam proposta salarial para decidir sobre greve