Menu
20 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner ALMS - Parlamento Jovem
Campo Grande

'Se quiserem, podem levar', diz dono de cão ‘pele e osso’

Cachorro causou comoção nas redes sociais da internet

16 Mai2017Valdelice Bonifácio15h48
(Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

O cachorro magro cuja fotografia causou comoção nas redes sociais da internet permanece com o dono, um aposentado de 80 anos, na Vila Marli, em Campo Grande. O cão apareceu nas imagens praticamente ‘pele e osso’ situação que indignou protetores independentes de animais que cogitam denunciar o caso à Polícia Civil.

Nesta terça-feira, 16 de maio, o Diário Digital esteve no local onde vive o cão. Ele continua bastante magro e, nesta tarde, recebia alimentação na vizinhança. Um morador confirmou que tem dado comida ao cão costumeiramente.

O proprietário do cão, contudo, disse à reportagem que todos os dias alimenta o cachorro, mas que o animal come pouco. “Não sei o que há com ele”, mencionou. O aposentado afirma ter comprado ração e remédios para o cão que mesmo assim não apresentou melhora.

O animal está com o aposentado há cerca de dois meses após ter sido doado por uma mulher. O cão que é chamado de Leão chegou em aparência mais saudável, conforme o próprio dono, e depois começou a definhar sem razões aparentes.

O homem nega que tenha agredido o animal, conforme suspeitas dos protetores. Avisado que há pessoas interessadas em adotar o cão, o aposentado não recusou. “Se quiserem, podem levar”, disse o homem. 

Veja Também