Menu
17 de junho de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Saúde

Campo Grande terá o mosquito do bem

Ministro Luiz Henrique Mandetta anunciou que a Capital receberá o mosquito aedes aegpti geneticamente modificado

15 Abr2019Laureano Secundo10h54

“Com a utilização do mosquito geneticamente  modificado o combate aos focos aedes Aegpty deve se intensificar e fatalmente haverá uma redução de casos de dengue, Chikungunya e da Zika”. Esta foi a afirmação do ministro Luiz Henrique Mandetta ao abrir na manhã de hoje o Seminário . “Atualização em Manejo Clínico da dengue e febre do Chikungunya e no controle vetorial do Aedes Aegypti” que aconteceu no anfiteatro da Escola de Saúde Jorge David Nasser.

Luiz Henrique Mandetta (DEM) adiantou que com a liberação do mosquito modificado nos próximos anos, a previsão é que não haja registro de epidemias. A afirmação do Ministro te como base o resultado experiências  realizada no bairro Jurujuba, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro em agosto de 2015 e na Ilha do Governador, zona norte do Rio, em 2016, atingiu 90% de sucesso na substituição de mosquitos Aedes aegypti comuns.
A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende e o secretário a municipal de saúde de Campo Grande José Mauro Pinto de Castro Filho também participaram da abertura do seminário. Durante todo o dia tem  palestras de especialistas e pesquisadores de Mato Grosso do Sul, Bahia, Rio de Janeiro e Minas Gerais. 
Já o coordenador do WMP (World Mosquito Program) no Brasil,  pesquisador da Fiocruz, Luciano Moreira, falou sobre a utilização do mosquito infectado com Wolbachia em atividade piloto no Rio de Janeiro. O controle biológico é feito com a bactéria Wolbachia, que impede o mosquito transmitir o vírus e é inofensiva aos seres humanos. A substituição dos mosquitos ocorre com o cruzamento entre eles, com a transmissão da bactéria pela fêmea aos seus filhotes.

Veja Também

Ação gratuita para saúde da CCR MSVia será nesta terça-feira
MPF e indígenas cobram segurança pública
Balneário de Três Lagoas tem entrada gratuita durante o mês de junho
Brasil recebe primeiros turistas com isenção de visto
Justiça libera plano de saúde de arcar com fertilização in vitro
Três Lagoas confirma sexta morte por gripe
Morador do Tarumã ganha carro no sorteio do IPTU
Confira escala médica das UPAs e CRSs nesta segunda-feira
Caravana pode ampliar cirurgias
Corpus Christi movimenta mais de 23 mil passageiros no Aeroporto