Menu
24 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Campo Grande

Santa Casa alega prejuízo e fecha setor de psiquiatria

Pacientes serão transferidos para o Hospital Nosso Lar por meio de acordo

5 Set2017Mariel Coelho, em especial para o Diário Digital.17h50

A Santa Casa de Campo Grande irá fechar o setor psiquiátrico do hospital. Os 10 leitos que ainda estão em funcionamento serão transferido para o Hospital Nosso Lar.

Em nota, a assessoria de comunicação do hospital conta que o setor está causando um "prejuízo astronômico." O custo do setor ultrapassa  R$ 440 mil por mês, sendo que a Santa Casa recebe cerca de R$ 19 mil por mês.

Para que os pacientes não fiquem sem atendimento, um acordo está sendo feito com o Hospital Nosso Lar, para que os 10 pacientes sejam transferidos. A própria Santa Casa custeará os gastos com transporte.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) vê fechamento do setor com preocupação, já que o hospital faz parte da rede de conveniados com o Município e oferta dez leitos para internação e atendimento ambulatorial no setor de psiquiatria.

Em nota também a Sesau diz que tem buscado contribuições para manter o serviço, entretanto a Santa casa se mantém irredutível.

Além dos hospitais, o Município dispõe de uma rede de Atenção Psicossocial que é composta de 8 unidades, sendo 6 Caps, 1 unidade de acolhimento adulto e 1 residência terapêutica.

Dos 6 Caps, além do atendimento ambulatorial, 4 realizam atendimento 24 horas, disponível 46 leitos e a média de internação de 10 a 14 dias. Na casa de acolhimento, por se tratar de uma unidade transitória, a rotatividade é grande, mas estão disponíveis 15 leitos. Já na residência terapêutica são 10 leitos de ocupação permanente.

Em média são atendidas 2400 pessoas nos 6 Caps, e são realizados 950 atendimentos ambulatoriais.

Veja Também