Menu
21 de agosto de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Studio Center - Black Friday da Fronteira 2018
Violência

Rio tem novo fim de semana violento após intervenção

Após um sábado com registros de assassinatos e assaltos, domingo amanheceu com intenso tiroteio na comunidade da Rocinha

11 Mar2018R715h20

O Rio de Janeiro viveu mais um fim de semana de violência, mesmo com a intervenção federal na segurança. Após um sábado com registros de assassinatos e assaltos, o domingo amanheceu com intenso tiroteio na comunidade da Rocinha, na zona sul do Rio.

Segundo a Polícia Militar, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora da Rocinha faziam patrulhamento quando foram recebidos a tiros por criminosos no Largo do Boiadeiro, dentro da comunidade. O confronto assustou moradores da região. Ainda não há informações sobre feridos, prisões ou apreensões.

Na Baixada Fluminense, policiais do 20° Batalhão de Polícia Militar, de Mesquita, encontraram mãe e filho mortos dentro de um carro, na Avenida Tancredo Neves, em Nova Iguaçu, na noite deste sábado. Criminosos estariam atrás de Tiago Machado, mas a mãe Alba Valéria Machado acabou sendo também assassinada. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios.

A adolescente Thaynná dos Santos Marinho, de 15 anos, morreu atingida por um tiro na cabeça, na comunidade Vila Aliança, zona oeste da cidade. De acordo com a Polícia Civil, ela estava na casa do namorado, neste sábado, quando foi ferida por um disparo realizado dentro da residência.

A vítima foi levada ao Hospital Municipal Albert Schweitzer, mas não resistiu aos ferimentos. Agentes da Delegacia de Homicídios da Capital conduzem investigações para elucidar o caso.

Na madrugada de sábado, a mulher de um policial militar morreu depois de ser baleada em uma tentativa de assalto na Estrada Marechal Alencastro, na altura de Deodoro, na zona oeste do Rio.

Criminosos armados tentavam assaltar automóveis que passavam pelo local na noite de sexta-feira, quando abordaram o carro em que viajavam o policial militar Bruno Oliveira e a mulher Janaína Oliveira. O policial, que estava de folga, reagiu à tentativa de assalto, e os bandidos atiraram contra o veículo.

No tiroteio, Janaína foi ferida e levada ao Hospital Municipal Albert Schweitzer, sendo transferida, em seguida, para o Hospital Municipal Salgado Filho, na zona norte da cidade. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Em outro assalto um jovem casal foi baleado após entregar seus pertences aos bandidos, na noite de sexta-feira. Eles foram atingidos por tiros disparados pelos assaltantes depois de serem roubados na Avenida Joaquim da Costa Lima, na altura do bairro Vilar Novo, em Belford Roxo, na região metropolitana.

O casal foi levado por policiais para o Hospital Geral de Nova Iguaçu. A ocorrência foi registrada na 54ª Delegacia de Polícia.

Um arrastão na rodovia BR-101 levou pânico a motoristas que trafegavam na altura do quilômetro 303, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio, na manhã de sábado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, testemunhas relataram que veículos voltaram na contramão na rodovia, numa tentativa de fugir dos assaltantes.

Agentes foram deslocados para o local, mas os bandidos conseguiram fugir. Um carro roubado que teria sido usado pelos criminosos foi encontrado abandonado às margens da rodovia. Na fuga, os assaltantes teriam roubado outro automóvel.

Veja Também

Clima Capital teve frio de 9°C Dia pode permanecer nublado mas sem previsão chuva
Mostra de Turismo terá trilhas e observação de aves na Capital
Roraima volta a pedir ao STF limite de entrada de venezuelanos
Nova espécie de rã recebe nome em homenagem a Corumbá
Animais ganham novos lares em ação do CCZ
Prefeitura de Dourados denuncia furtos de cabos da rede elétrica
Prefeitura quer melhorar serviço de Zona Azul em Três Lagoas
MPE investiga fiscalização de transporte de resíduos e entulhos
Justiça faz mutirão de causas de violência contra mulher
Capital lança programa para valorizar vida