Menu
23 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Motoristas

Cai o número de acidentes e mortes no trânsito da Capital

Em 2014, foram registradas 112 mortes e no ano passado 87

19 Mai2019Byanca Santos - Especial para o Diário Digital15h46

Dados do Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito (GGIT) revelam diminuição de 22,33% no número de mortes no trânsito de Campo Grande, comparando entre os anos de 2014 e 2018. Em 2014, foram registradas 112 mortes e no ano passado 87.

O investimento milionário do Estado contribui para a redução dos acidentes em avenidas importantes como a Euler de Azevedo e a Mato Grosso, na rotatória com a avenida Nelly Martins (a chamada Via Parque). Com pista duplicada, asfalto recapeado, sinalização e muretas de contenção, a Euler de Azevedo teve redução de acidentes com vítimas de aproximadamente 30,77% em comparação entre 2017 a 2018.

Na avenida Mato Grosso com a Nelly Martins, onde o trânsito praticamente estagnava em horários de pico, o tráfego passou a fluir após a intervenção, enquanto os acidentes acabaram. Em 2017 foram dois acidentes com vítimas, enquanto um ano depois não foi registrado nenhum.

Com a ampliação do número de faixas de rolamento da avenida Mato Grosso, conjuntos de semáforos equipados com controladores que organizam o tempo de duração dos sinais verde e vermelho conforme o fluxo de veículos ajudou a circular o trânsito.

De acordo com o diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Janine de Lima Bruno, antes da intervenção, o motorista ficava, nos horários de pico, de 18 a 20 minutos praticamente parado em um trecho de aproximadamente 150 metros. Hoje, o motorista faz o trecho em menos de 5 minutos.

Outra medida que foi importante para minimizar os índices de acidentes e mortes, segundo Victor Pavarino, foi a fiscalização contra o uso de bebidas alcóolicas pelos condutores “Eles usam um modelo bastante arrojado. A velocidade e direção alcóolica são fatores de risco que estão sendo combatidos de forma rigorosa em Campo Grande nessa parceria entre a prefeitura e o Governo do Estado”, afirmou o consultor.

(Com informações da Assessoria do governo do Estado)

Veja Também

Governo sanciona lei que facilita renegociação de dívidas com Agehab
Pecuaristas são multados em R$ 104 mil por desmatamentos ilegais
Confira escala médica nas UPAs e CRSs para este domingo
Governo vai pavimentar rodovia que liga Norte do MS ao Pantanal e Bonito
Digital influencer leva curso de marketing digital e ensina sobre moda na periferia
Decreto institui grupo para cobrar inscritos na dívida ativa
MS sedia evento regional de internet e tecnologia
Descubra alguns hábitos que interferem na saúde dos dentes
Pesquisas indicam ingestão de microplásticos por humanos
Cliente fidelizado pode se tornar porta-voz do negócio