Menu
22 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Trabalhadores

Proposta não satisfaz e bancários mantêm greve

Na Capital e em 27 cidades, 101 agências e um centro administrativo fecharam hoje

9 Set2016Valdelice Bonifácio20h00

Em greve desde terça-feira, 6 de setembro, bancários de todo País rejeitaram a nova proposta de reajuste salarial apresentada pelos bancos nesta sexta-feira, 9. Por isso, a paralisação está mantida, pelo menos até a próxima terça-feira, dia 13, quando está prevista nova rodada de negociação entre empregados e patrões.

Hoje, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu reajuste de 7% mais abono de R$ 3,3 mil, proposta melhor do que a anterior que era de reajuste de 6,5% e abono de R$ 3 mil.

Em Campo Grande e outras 27 cidades de Mato Grosso do Sul, 101 agências e um centro administrativo ficaram fechados neste quarto dia de greve, segundo o sindicato local. A intenção é ampliar a adesão de trabalhadores ao movimento a partir de segunda-feira, dia 12.

Os trabalhadores consideraram o valor apresentado pela Fenaban “insuficiente”, segundo o Comando Nacional de Greve. A nova reunião da Fenaban com o Comando Nacional dos Bancários está marcada para a próxima terça-feira, às 14h, em São Paulo.

Veja Também

ONU celebra suspensão de testes nucleares da Coreia do Norte
Mais de 1,4 mil travestis e transexuais pediram nome social no título
Obra de drenangem interdita trecho da Leão Neto na segunda-feira
Ponte de concreto para substituir a que caiu está 91% concluída
Confira os 12 erros mais cometidos na Declaração do IR
Tribunais e cartórios de MS serão inspecionados
Usando arte, evento alerta contra a cultura do estupro
Homem morre afogado após veículo cair em rio
Aposta feita em Brasília fatura mais de R$ 9 milhões na Mega-Sena
Fiocruz fabricará remédios contra HIV e hepatite C para ofertar no SUS