Menu
22 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner FIEMS - Mês da Industria
Regime Geral

Proposta concede abono salarial aos aposentados da Previdência Social

Trabalhador, ao aposentar-se, deixa de receber o abono salarial a que tem direito enquanto está na ativa

12 Jan2017Agência Brasil20h54

Está em análise na Câmara o Projeto de Lei 5923/16, do deputado Laudivio Carvalho (SD-MG), que estende abono salarial aos aposentados pelo Regime Geral de Previdência Social. O trabalhador, ao aposentar-se, deixa de receber o abono salarial a que tem direito enquanto está na ativa.

A proposta estabelece que para ter direito ao benefício o aposentado deve ter percebido até dois salários mínimos médios de remuneração ou benefício previdenciário no ano-base; e que estejam cadastrados há pelo menos cinco anos no Fundo de Participação PIS/Pasep ou no Cadastro Nacional do Trabalhador.

Com a Lei 13.134/15, o abono salarial passou a ter valor proporcional ao tempo de serviço do trabalhador no ano-base em questão. O cálculo do valor do benefício corresponde ao número de meses trabalhados no ano-base multiplicado por 1/12 do valor do salário mínimo vigente na data do pagamento.

Têm direito ao abono salarial os trabalhadores que estejam cadastrados no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; tenham recebido de empregador contribuinte do PIS/Pasep (inscrito sob CNPJ) remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base que for considerado para a atribuição do benefício; tenham exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano base considerado para apuração; tenham seus dados informados pelo empregador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do ano-base considerado.

Para Carvalho, a medida é importante para ajudar a resolver o problema de insuficiência de renda na velhice. “Nosso argumento é que a simples condição de aposentado não é suficiente para suprimir uma renda com a qual as famílias de baixa renda já contam em seu orçamento, sendo indevida a cessação do benefício com o ato de aposentação”, afirmou o deputado.

Tramitação - O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Veja Também

Índios de Dourados recebem equipamentos para a agricultura
Denatran suspende pagamento de multas com cartão de crédito ou débito
Projeto estabelece isenção de carência em planos de saúde
MPF denuncia sete por fraude em licitação no aeroporo da Capital
Procon recolhe produtos vencidos e abre processo contra rede de mercados
Pedidos de aposentadoria por telefone e internet
Trânsito CCR MSVia destaca operações pare-e-siga na BR-163/MS Em caso de chuvas, as obras serão suspensas
Nacional Mais 21 serviços no INSS poderão ser agendados pela internet Agendamento vai começar a partir de quinta-feira, 24 de maio
Taxa de inscrição no Enem deve ser paga até quarta-feira
Greve compromete escoamento da safra