Campo Grande •18 de Janeiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner águas guariroba - campanha dezembro

Larissa Mendes, especial para o Diário Digital | Sexta, 23 de Setembro de 2016 - 09h20Profissionais tiram dúvidas de quem tem o implanteNa capital há mais de 6 mil pacientes com o aparelho que regula os batimentos cardíacos

  
Seu José tirando dúvidas. (Foto: Ana Oshiro)
  • Seu José tirando dúvidas.
  • Cirurgião cardíaco, Jandir Gomes. (Foto: Luciano Muta)
  • Marca-passo possuí vários tamanhos. (Foto: Luciano Muta)

Capaz de salvar vidas, o implante de marca-passo tem crescido cada vez mais no país, só na capital há 6 mil pacientes com o aparelho. Hoje, 23 de setembro, no dia nacional do portador do marca-passo, profissionais da saúde estão na praça Ary Coelho de Campo Grande, para tirar dúvidas e alertar sobre os cuidados de quem fez o implante. 

O marcapasso emite estímulos elétricos que serve para regular os batimentos cardíacos, que geralmente são em pacientes que possuem batimentos lentos. 

Segundo o médico cirurgião da Clínica Campo Grande, Jandir Gomes de 38 anos, as principais dúvidas de pacientes são sobre os cuidados, “quem tem o implante é preciso ter alguns cuidados, como ao falar no celular, o paciente de preferência tem que falar do lado oposto que esta o implante, pois é possível ter um mau funcionamento do aparelho”, relata o cirurgião que ainda disse  que é preciso ter atenção ao usarem eletrodomésticos, para não levarem choque. Os pacientes também não podem fazer ressonância magnética e devem evitar passar por detectador de metais.

José Carlos Lopes, veio de Nova Andradina tem pouco mais de um mês, aproveitou que estava ocorrendo o evento para tirar algumas dúvidas.  O ex-carreteiro fez o implante do marcapasso no começo do ano passado. Ele contou que sentia muito cansaço, dor nas costas e queimações no peito, por isso procurou um médico para saber o que estava acontecendo. "Eu levantava da cama e ia pro banheiro, quando  grande e o coração bem acelerado.".

Hoje, com o marcapasso garantindo sua vida, sue José conta que agora se sente muito bem, quase tão bem como antigamente, antes de ter o problema no coração. Comemora por conseguir caminhar distância mais longa, para ele o implante lhe deu uma nova vida.

Veja Também
Corumbá já registrou 68 casos de conjuntivite neste ano
Divulgada resolução que orienta sobre inscrições no Vale Universidade
3º Pré-Carnaval do Valu será neste sábado com entrada franca
MEC antecipa data do Sisu; inscrições começam dia 23
Em 17 dias, 24 mil buracos foram tapados na Capital, diz prefeitura
Agesul libera desvio e restabelece o tráfego na MS-338
População pode se cadastrar para receber alertas de desastre da Defesa Civil por SMS
MEC autoriza uso de nome social na educação básica a travestis e transexuais
Governadora anuncia retomada
CNH Digital já está disponível em Mato Grosso do Sul
Square notícia uci
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento