Campo Grande •19 de Janeiro de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Larissa Mendes, especial para o Diário Digital | Sexta, 23 de Setembro de 2016 - 09h20Profissionais tiram dúvidas de quem tem o implanteNa capital há mais de 6 mil pacientes com o aparelho que regula os batimentos cardíacos

  
Seu José tirando dúvidas. (Foto: Ana Oshiro)
  • Seu José tirando dúvidas.
  • Cirurgião cardíaco, Jandir Gomes. (Foto: Luciano Muta)
  • Marca-passo possuí vários tamanhos. (Foto: Luciano Muta)

Capaz de salvar vidas, o implante de marca-passo tem crescido cada vez mais no país, só na capital há 6 mil pacientes com o aparelho. Hoje, 23 de setembro, no dia nacional do portador do marca-passo, profissionais da saúde estão na praça Ary Coelho de Campo Grande, para tirar dúvidas e alertar sobre os cuidados de quem fez o implante. 

O marcapasso emite estímulos elétricos que serve para regular os batimentos cardíacos, que geralmente são em pacientes que possuem batimentos lentos. 

Segundo o médico cirurgião da Clínica Campo Grande, Jandir Gomes de 38 anos, as principais dúvidas de pacientes são sobre os cuidados, “quem tem o implante é preciso ter alguns cuidados, como ao falar no celular, o paciente de preferência tem que falar do lado oposto que esta o implante, pois é possível ter um mau funcionamento do aparelho”, relata o cirurgião que ainda disse  que é preciso ter atenção ao usarem eletrodomésticos, para não levarem choque. Os pacientes também não podem fazer ressonância magnética e devem evitar passar por detectador de metais.

José Carlos Lopes, veio de Nova Andradina tem pouco mais de um mês, aproveitou que estava ocorrendo o evento para tirar algumas dúvidas.  O ex-carreteiro fez o implante do marcapasso no começo do ano passado. Ele contou que sentia muito cansaço, dor nas costas e queimações no peito, por isso procurou um médico para saber o que estava acontecendo. "Eu levantava da cama e ia pro banheiro, quando  grande e o coração bem acelerado.".

Hoje, com o marcapasso garantindo sua vida, sue José conta que agora se sente muito bem, quase tão bem como antigamente, antes de ter o problema no coração. Comemora por conseguir caminhar distância mais longa, para ele o implante lhe deu uma nova vida.

Veja Também
Juntos por Campo Grande
Quinta, 19 de Janeiro de 2017 - 11h20Abono salarial do PIS começa a ser pago hoje Trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro têm direito de receber o benefício
Sesc abre exposição Expressões Místicas da Fantasia nas Artes Clássicas e Digitais
Quinta, 19 de Janeiro de 2017 - 10h09Mensagem sobre cobrança anual da CNH é falsa Após conhecimento das mensagens Denatran publica comunicado em site
Quinta, 19 de Janeiro de 2017 - 07h49Ministro da Saúde se reúne com prefeitos e anuncia recursos para municípios do estado do Mato Grosso do Sul Antes, Ricardo Barros visita a Santa Casa de Campo Grande
Quinta, 19 de Janeiro de 2017 - 06h57Possibilidade chuvas na Capital Apesar da chuva as temperaturas permanecem altas
Instituto oferece curso gratuitos para Enem e Vestibular
Sob protestos e choro, prefeitura derruba casas na Capital
Gestão Marquinhos Trad afirma ter tapado 15 mil buracos
Médicos ameaçam parar se não tiverem aumento de 30%
square noticias uci
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento