Menu
22 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner ALMS - AUDIÊNCIA PÚBLICA
Paralisação

Enfermagem da Santa Casa decide cruzar os braços a partir do dia 27

Categoria reivindica aumento de 11,30%, mas hospital alega não ter condições

21 Set2016Mariel Coelho, em colaboração ao Diário Digital13h59

Nesta quarta-feira, dia 21, os profissionais da área de enfermagem da Santa Casa de Campo Grande aprovaram, em assembleia geral, a paralisação das atividades, a partir do dia 27 de setembro, caso os administradores do hospital não retomem as negociações salariais. A categoria está disposta a negociar, mas a Santa Casa não apresentou nenhuma proposta de aumento de salário até o momento.

O presidente do SIEMS, Lázaro Santana, explica a reivindicação da categoria. “A data base, ou seja, período para reajustes nos salários é 1º de maio. Desde abril, tentamos diálogo com os representantes patronais. Reivindicamos o percentual de 11,30%, mas o hospital alega que não tem condições e sequer demonstra interesse em negociar com a categoria. Não podemos aceitar perdas, a paralisação é última alternativa da categoria que luta por um salário justo”, destaca o presidente.

Ainda nesta quarta-feira, duas novas assembleias irão ocorrer, uma no período da tarde e a outra a noite a pedido da SIEMS.

Veja Também

Índios de Dourados recebem equipamentos para a agricultura
Denatran suspende pagamento de multas com cartão de crédito ou débito
Projeto estabelece isenção de carência em planos de saúde
MPF denuncia sete por fraude em licitação no aeroporo da Capital
Procon recolhe produtos vencidos e abre processo contra rede de mercados
Pedidos de aposentadoria por telefone e internet
Trânsito CCR MSVia destaca operações pare-e-siga na BR-163/MS Em caso de chuvas, as obras serão suspensas
Nacional Mais 21 serviços no INSS poderão ser agendados pela internet Agendamento vai começar a partir de quinta-feira, 24 de maio
Taxa de inscrição no Enem deve ser paga até quarta-feira
Greve compromete escoamento da safra