Menu
22 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Meio Ambiente

Produtor rural é multado por desviar córrego e provocar erosões

Policiais constataram um desvio de 1.198 metros de comprimento córrego Coqueiro medidos por GPS

13 Ago2019Da redação15h58

Policiais Ambientais de Batayporã realizaram fiscalização em propriedades rurais no município de Ribas do Rio Pardo e autuaram hoje (13) pela manhã, um produtor rural, por construção de dreno desviando curso d’água, sem autorização ambiental.

Os policiais constataram um desvio de 1.198 metros de comprimento córrego Coqueiro medidos por GPS, que estava sendo utilizado para dessedentação de gado bovino. O desvio provocou duas erosões, que já estavam em estágio avançado (voçorocas), causando sedimentação para o córrego Coqueiro, que é afluente do rio Anhanduí e, consequentemente, causavam assoreamento em ambos cursos d’água.

O infrator (42), residente em Presidente Prudente (SP), foi autuado administrativamente e multado em R$ 60.000,00. Ele também responderá por crime ambiental por realizar obra e serviço potencialmente poluidores sem autorização do órgão ambiental competente, com pena prevista de três a seis meses de detenção e também por degradação de área protegida, com pena prevista de um a três anos de detenção.

Os Policiais verificaram total descuido com a conservação do solo no local e interditaram as atividades na área. O autuado também foi notificado a realizar um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas e Alteradas (PRADA), junto ao órgão ambiental.

Veja Também

ALMS derruba veto e insenção em concurso para mesários continua
Ibama pretende monitorar desmatamento
Sejusp fecha fronteira e apreende sete toneladas de drogas
Agehab notifica beneficiários de Corumbá por inadimplência
Praça dos imigrantes terá um canto às mulheres
Rampa para desembarque de barcos está sendo construída
Bolsonaro volta a dizer que ONGs podem estar por trás de queimadas
Motociclista se surpreende ao avistar onça-pintada
Bombeiros fazem alerta sobre dias de tempo seco
Feriado do Servidor Público é transferido para o dia 10 de outubro