Campo Grande •14 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner SEGOV - Governo Presente 3 DETRAN/DESAFINADOS

Da redação | Sábado, 5 de Agosto de 2017 - 11h10Procon informa sobre campanhas de recall em andamentoDocumentos referentes aos recalls podem ser acessados no site do Procon

(Foto: Divulgação/Governo do Estado)

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), informa consumidores sul-mato-grossenses para campanhas de chamamento de recall de diversos produtos, alimentícios e veículos. Os documentos referentes aos recalls podem ser acessados no site do Procon .

A campanha da General Mills Brasil Alimentos Ltda. abrange os produtos – páprica doce e pimenta calabresa -, da marca Kitano, devido a possível presença de Ocratoxina A, por risco à saúde dos consumidores. Segundo a empresa “o consumo em demasia da substância pode causar desconforto intestinal e alterações na função renal”.

O recall abrange 505.633 unidades, com data de vencimento em 8 de dezembro de 2016 e 26 de novembro de 2017, e numerações de lote dos produtos páprica doce Kitano (12g, 50g e 58g), F2L-B5LE, F2L-B6B5, F2L-B6CS, F2L-B6CT, F2L-B6DS, F2LB6DT, F2L-B6FE, F2L-B6FF, F4L-B6HT, F4L-B6IR, F5L-B6JE, F5L-B6KM, F5L-B6KN, F7LB6AE, F7L-B6CE, F7L-B6DE, F7L-B6EA, F7L-B6FE, F7L-B6H3, F2L-B5LF, F3L-B5LT, F2LB6AP, H2LH6C7, H2LH6C8, H2LH6CA, H2LH6EI, H2LH6EJ, H2LH6G7, H1LH6IA, H2LH6IC, H1LH6K2, H1LH6K3, H2LH6KU e H2LH6L1; e páprica com pimenta calabresa Kitano (12g e 50g) lotes H2LH6EJ, H2LH6EV, H1LH6GP, H2LH6IA, F2L-B6AI e F2L-B6AJ.

A Kitano orienta os consumidores a não utilizar o tempero e a entrar em contato com o SAC pelo telefone 0800 770 16 29 ou pelo e-mail sac.kitano@genmills.com. A empresa vai realizar a troca ou reembolso do produto, sem qualquer custo. Informações podem ser obtidas no site da empresa.

Dentre os automóveis com campanhas de recall em andamento, estão o Jaguar XE e F-Type, ano/modelo 2017, por riscos de falha do ativador do pré-tensor dos cintos de segurança dianteiros. A Jaguar e Land Rover Brasil Indústria e Comércio de Veículos Ltda. convocam os consumidores para inspeção e, se necessária, a substituição dos conjuntos de pré-tensores e cintos de segurança desses veículos.

A campanha teve início em abril deste ano e abrange 197 veículos fabricados de 16 de fevereiro de 2016 a 16 de dezembro de 2016, com numeração de chassi, não sequencial, de SAJAB4AG3HL995144 a SAJAK4BN0HA971795, para os modelos XE; e SAJAL67P5HMK41656 a SAJAJ61X3H8K46362, para os modelos Jaguar F-Type. Em Mato Grosso do Sul, foram distribuídos seis desses veículos. O reparo leva aproximadamente 30 minutos e o telefone para contato é 0800-729-1420.

A Toyota do Brasil Ltda. é outra montadora com recall em andamento. Os proprietários de modelos Corolla fabricados entre 20 de dezembro do ano passado e 24 de janeiro deste ano, da marca Toyota, devem agendar a substituição do conjunto de ancoragem do cinto de segurança traseiro do lado direito dos veículos. Os chassis envolvidos são os de código alfanumérico 9BRBDWHE – últimos 8 dígitos do chassi H034333 – H0346204; código alfanumérico 9BRBDWHE últimos 8 dígitos do chassi H0097419 – H0104445; código alfanumérico 9BRBD3HE últimos 8 dígitos do chassi H03040380 – H0346194.

No total, 9890 veículos estão sendo convocados, destes, 161 distribuídos em Mato Grosso do Sul. Para agendamento, identificação dos chassis envolvidos e mais informações, a Toyota disponibiliza o telefone 0800 703 0206 e o site.

A Polaris do Brasil Importação e Comércio de Veículos e Motocicletas Ltda. tem recall aberto para os quadriciclos Sportsman Touring 1000, ano/modelo 2015-2016. O motivo é o provável contato entre o painel lateral e coletor de escape, o que pode provocar incêndio com riscos de causar lesões graves ou fatais ao condutor e a terceiros. O chamado abrange dez veículos, importados, com chassi entre o intervalo 4XASYE950FA212579 a 4XASYE958FA212555, produzidos entre 24 de fevereiro de 2015 e 16 de setembro de 2016. Apenas um desses veículos foi distribuído no Estado.

O Procon alerta que para proteger a saúde e a segurança do consumidor o recall deve ser realizado pelo fornecedor quando for constatado um produto danificado. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita.

Veja Também
Secretaria Estadual de Saúde tem novo chefe
Escola pública de Três Lagoas lança de livro de receitas
Professores são premiados por planos de aula com ênfase na educação ambiental
Justiça condena ex-dirigentes da Petrobras por fraudes em contratos
Teste de acuidade visual agora é lei em Campo Grande
Em Corumbá, Secretaria de Educação convoca servidores para atualização cadastral
Pague e leve de chinelos é incentivo à honestidade
Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 12h18Pare-e-siga da CCR MSVia auxilia execução de obras e serviços na BR-163/MS Obras poderão ser interrompidas em caso de chuvas
Quarta, 13 de Dezembro de 2017 - 11h05No STF, Dodge defende que PF não pode firmar acordos de delação premiada Para Dodge, o delegado da PF não teria a prerrogativa de oferecer prêmios ao colaborador
Moradores protestam após isolamento em rodovia
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento