Campo Grande •25 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo - Governo Presente - Matrícula

Da redação | Terça, 14 de Novembro de 2017 - 16h39Procon fiscaliza empresas de transporte na rodoviáriaEmpresas foram autuadas por não informar os consumidores sobre a proibição de comercialização do seguro facultativo

(Foto: Divulgação)

 A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), ligada à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), em parceria com o Procon Municipal de Campo Grande, autuou na manhã desta terça-feira (14.11), na rodoviária de Campo Grande, 19 empresas de transporte rodoviários de passageiros que fazem linhas interestaduais e internacionais por não informar os consumidores sobre a proibição de comercialização do seguro facultativo.

No total, foram fiscalizadas 21 empresas que operam linhas interestaduais e internacionais. Segundo o superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, a operação teve o objetivo de averiguar o cumprimento da decisão judicial que exige das empresas que informem sobre a proibição da comercialização de seguro facultativo. “As empresas são obrigadas a afixar junto ao guichê de venda de passagens, de forma clara e em local visível, o comunicado sobre a proibição. As concessionárias de transporte devem oferecer o seguro em favor dos usuários de forma gratuita na compra da passagem”, esclarece.

A decisão judicial, publicada no dia 19 de julho de 2017, é resultado de ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) – referente à ação civil pública nº 0012808-51.2000.403.6100 – 6ª Vara Federal Cível da 1ª Subseção Judiciária de São Paulo. A sentença determina à União Federal que fiscalize e exija das prestadoras de serviço de transporte interestadual e internacional de passageiros que informem aos consumidores sobre a proibição de comercialização do seguro de acidentes pessoais oferecido de forma facultativa ao usuário.

A equipe de fiscalização também realizou orientações sobre alvarás e outras obrigatoriedades.

Consumidores podem fazer denúncias sobre irregularidades na aquisição de produtos e na prestação de serviços que envolvem relações de consumo pelo número 151 e pelo Fale Conosco do site do Procon.

Veja Também
Debate sobre segurança servirá de base para política estadual
Capital terá observatório para mapear violência contra mulher
Programa ‘Casal Grávido’ realiza mais um curso no próximo sábado
Costelada vai ajudar 125 crianças carentes da Capital
Acusado define caso como uma 'brincadeira infeliz'
Sexta, 24 de Novembro de 2017 - 12h05CCR MSVia informa pontos da BR-163/MS com obras e serviços nas pistas Em caso de chuva, as obras poderão ser interrompidas
Black Friday leva população a loucura
Sexta, 24 de Novembro de 2017 - 11h28Assaltante morre em confronto com a polícia após roubo Ao roubar utilitário, dupla ainda atirou contra muro da casa e blindex da vizinha
Indígenas voltam a bloquear a Perimetral Norte
Senar/MS certifica mais de mil pessoas em Três Lagoas
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento