Menu
25 de janeiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Campo Grande

Prevenção ao câncer de pele será foco de Campanha em MS

No Estado, atendimento será em Campo Grande e Três Lagoas

5 Dez2019Da redação16h51

Desde 2014, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove o Dezembro Laranja, um mutirão nacional que reúne voluntários para diagnosticar e tratar o câncer de pele.

Em Mato Grosso do Sul o atendimento será em Campo Grande e Três Lagoas. Na Capital, mais de 30 dermatologistas, residentes e equipe de enfermagem já confirmaram presença para  a ação de 2019 que ocorrerá das 09 às 15 horas do próximo sábado (7) em dois locais: Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (HU) e Hospital Adventista do Pênfigo.

Lidiane de Oliveira Costa Nanni, coordenadora do evento explica que o câncer de pele tem índices alarmantes no Brasil: "Apesar de ser conhecido como um câncer de baixa letalidade, o carcinoma provoca em média 1.900 óbitos por ano  e o melanoma aproximadamente 1.700. Sabemos que é possível reduzir estas mortes e vamos conseguir por meio da conscientização e diagnostico precoce".

Lidiane explica ainda que o mutirão contempla todas as etapas do tratamento que vai desde a orientação até pequenas cirurgias e acompanhamento posterior, frisando que a população não deve perder essa oportunidade: "Para participar é muito fácil, basta ir em um dos pontos de atendimento portanto documentos pessoais, comprovante de residência e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS)".

Veja Também

Durante implantação de sistema, Detran-MS não terá emplacamento
Águas Guariroba atende consumidores em ação no Anhandui
Órgãos captados em Dourados vão salvar vidas em três Estados
Experiências com energia no Pátio Central
Fim de semana com temperaturas em elevação no Estado
Pesquisa revela queda de negativação de consumidor douradense
Transferência do saque imediato poderá ser realizada sem custo
Mais de 1,5 milhão de estudantes já se inscreveram no Sisu
Bolívia suspende relações diplomáticas com Cuba
Reformas estruturais no esporte prometem agitar o cenário na capital