Menu
25 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Internacional

Premiê do Japão defende diplomacia para desarmar Coreia do Norte

Ele insistiu na ideia de buscar a cooperação da Rússia.

17 Abr2017Da Agência Brasil08h09

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, defendeu hoje (17) a diplomacia para se conseguir o desarmamento da Coreia do Norte, um dia depois de o país vizinho fazer o lançamento fracassado de um míssil em plena escalada de tensão na península coreana. A informação é da Agência EFE.

"A Coreia do Norte está mostrando seu poder militar, mas é importante manter a paz por meio de esforços diplomáticos", afirmou Abe durante reunião do Comitê de Orçamento da Câmara Baixa da Dieta (Parlamento), segundo divulgou a rede pública NHK.

O chefe do Executivo japonês pediu a Pyongyang que evite fazer mais provocações e considerou que, além disso, "é necessário exercer mais pressão para que a Coreia do Norte responda seriamente ao diálogo".

Abe disse ainda que para atingir estabilidade na região é necessário que Pequim, principal aliado de Pyongyang, faça uso de sua influência e que Washington e Seúl façam seu papel. Ele insistiu na ideia de buscar a cooperação da Rússia.

Veja Também

MS tem quatro mortes confirmadas por gripe
Projeto
Cães idosos receberão atendimento em shopping
Rotatória receberá sinalização e semáforos
Projeto de Lei assegura Libras em salas de cinema da Capital
Anvisa proibe uso e venda de lentes de contato coloridas no Brasil
Fazendeiro é multado após desmatar 10 hectares e matas do cerrado
Batalhão de Operações Especiais tem novo comandante
MT convoca aposentados e pensionistas de MS da época da divisão
Corrupção é culpada por drama de paciente na Capital